terça-feira, 10 de outubro de 2017

VOCÊ SABIA QUE:

Sendo o câncer de mama o mais frequente na mulher brasileira, com frequência está na mídia impressa, televisiva e na internet. E quando uma personalidade nacional é diagnosticada com câncer de mama, aumenta a procura nos consultórios dos mastologistas. Mesmo sendo uma doença frequente,  a maioria das mulheres não terá câncer de mama. E o mais importante é o diagnóstico precoce, pois isto aumenta a chance de cura da doença. Portanto o medo de ter um diagnóstico não deve impedir que você faça sua mamografia anual a partir dos 40 anos de idade.
Se você já teve um diagnóstico de câncer de mama, a informação obtida com sua equipe especializada é fundamental e o medo da morte e da volta da doença é normal. 
No entanto uma conversa sincera e aberta é melhor forma de estabelecer uma relação de confiança com seu médico especialista e isto a ajudará a superar estes medos, principalmente quando o diagnóstico é precoce. No entanto, mesmo paciente diagnosticados com tumores em fases avançadas, podem ter uma sobrevida longa e morrer de outras causas não relacionadas ao câncer de mama.
O medo do sofrimento do tratamento, principalmente da quimioterapia, é um dos fatos que apavoram as pacientes. No entanto, hoje existem várias medicações que são utilizadas juntas com a quimioterapia que diminuem de forma substancial os efeitos colaterais da quimioterapia.