quinta-feira, 30 de junho de 2011

Pensamentos para refletir

Quem é estritamente rígido em sua maneira de pensar
E julgar está apto a conviver com máquinas, mas não com seres humanos. Quem quer conviver saudavelmente
Com pessoas deve aprender a diminuir as expectativas
E aumentar sua capacidade de flexibilidade.
A não ser que queira enfartar logo.

Nova droga praticamente dobra eficácia do tratamento da hepatite C

Nova droga praticamente dobra eficácia do tratamento da hepatite C
Já aprovado pelo FDA, tela previr age mais rápido no organismo e apresenta índice de cura de 75%, ante uma taxa de 44% do tratamento tradicional, de acordo com o 'New England Journal of Medicine'

Hepatite C: a doença se caracteriza por uma inflamação do fígado causada pelo vírus HCV (Thinkstock)
A droga telaprevir pode se tornar a alternativa mais segura e eficiente no tratamento da hepatite C. De acordo com uma pesquisa publicada no New England Journal of Medicine, o tratamento combinado de tela previr com a medicação tradicional (interferon peguilado e ribavirina) curou 75% dos pacientes com a doença – frente ao índice de cura de 44% do tratamento usado hoje. Os resultados apresentados no estudo levaram à aprovação do remédio em 23 de maio deste ano pela agência sanitária dos Estados Unidos (FDA).

A hepatite C é uma inflamação do fígado causada pela infecção do vírus HCV, que é transmitido, geralmente, pelo contato com sangue contaminado. As complicações da doença podem levar a danos ou falência do fígado ou casos de cirrose. Quando o tratamento é ineficiente, o paciente pode se ver obrigado a passar por um transplante do órgão.

De acordo com Ira M. Jacobson, líder do estudo, a aprovação do tela previr é o maior avanço na área em mais de duas décadas, já que além de mais eficiente, o remédio consegue agir ainda de maneira mais rápida no organismo. A droga tem um conceito similar às usadas para tratar o HIV, uma vez que funciona inibindo a ação dos produtos gerados após a infecção do vírus. O tela previr é eficiente contra o tipo 1 da doença, responsável por cerca de 75% das infecções pelo HCV.

Segundo Jacobson, o tela previr conseguiu ainda resultados significativos nos grupos de pacientes que não respondiam bem à terapia convencional. Entre os voluntários de um dos grupos que participaram do estudo, por exemplo, o grupo tratado com a droga combinada ao tratamento usado hoje teve 62% de cura, enquanto o grupo que recebeu apenas a terapia tradicional apresentou 25% de cura.

Culinária

Filés com manga ao estilo tailandês

Este prato colorido tem delicioso contrates de sabores e texturas.
O molho é totalmente sem óleo e, embora a carne e amendoim contenham gordura, o prato possui um teor de gordura baixo.
Não é necessário adicionar sal, pois esta receita é acrescida de molho temperado e molho de soja.

Para quatro pessoas

400 g de bife sem gordura, tipo filé
3 dentes de alho, bem picados
1 colher de chá de açúcar de confeiteiro
2 colheres de chá de molho de soja
1 colher e meia de sopa de óleo de girassol

Molho de gengibre e mel

2 colheres de chá de páprica
2 colheres de chá de pimenta-malagueta em pó
1 colher e meia de sopa de mel
Um pedaço de 2,5 cm de gengibre fresco, ralado
4 colheres de sopa de vinagre de arroz ou de maçã
Suco de 1 limão

Salada

1 manga madura, mas firme, sem casca e cortada em tiras
2 ameixas maduras, mas firmes, fatiadas
¼ de repolho roxo, partido em tiras
55 g de folhas de agrião
½ pepino, cortado em filetes
½ pimentão vermelho, cortado em tiras
3 a 4 cebolinhas-brancas, ou alho-poró,
Cortadas em fatias diagonais
45 g de mistura de coentro e hortelã fresca
2 colheres de sopa de amendoim torrado e moído
Sem sal

Tempo de preparo: 30 minutos
Tempo de cozimento: aproximadamente 10 minutos

1 para fazer o molho, coloque numa panela a páprica, a
Pimenta-malagueta em pó, o mel, o gengibre e o vinagre
E acrescente aos poucos 250 ml de água, sempre mexendo.
Depois de levantar fervura, abaixe o fogo e deixe ferver por
5 minutos. Retire do fogo e adicione o suco de limão. Reserve.

2 junte os ingredientes da salada, menos o amendoim numa
Travessa rasa e misture bem. Reserve.

3 corte os bifes em tiras finas para dourar na frigideira. Coloque os bifes numa tigela com o alho, o açúcar e o molho de soja e misture para temperar a carne. Aqueça uma frigideira grande antiaderente, depois coloque o óleo.
Junte a carne e deixe dourar e cozinhar.

4 coloque a carne por cima da salada. Despeje o molho e polvilhe com o amendoim. Sirva em seguida.

Dicas e sugestões

Adicione cubos de abacaxi fresco ou pedaços de kiwi à salada, para aumentar a quantidade de frutas.

Incremente a salada com tiras muito finas de pimenta-malagueta vermelha fresca.
Os cientistas sugerem que a ingestão de pimenta pode aliviar a congestão nasal.

Substitua a manga por 2 nectarinas fatiadas.
Para uma versão vegetariana do prato, não utilize o filé e aumente a quantidade de amendoim para 150g. O amendoim
É uma fonte excelente de proteínas e contém menos gordura saturada que a carne.

Comer faz bem!

Todas as frutas e legumes alaranjados e vermelhos – como a manga, o repolho roxo e o pimentão vermelho – são excelentes fontes de betacaroteno e vitamina c, antioxidantes que ajudam na prevenção do câncer e das doenças cardíacas. A vitamina c facilita a absorção do ferro contido na carne.

Além de acrescentar um tempero saboroso ao molho, o gengibre também facilita a digestão.      


Fonte de pesquisa
Coma bem, viva melhor

Frutas e sobremesa/seleções do reader’s digest

Dica de saúde para os pés

Com ranhuras na parte inferior, auxiliam na dissipação da energia gerada pelo impacto; no momento do choque.
Há uma absorção e logo em seguida, uma propulsão do impacto
Do pisar.
Seu ajuste anatômico é perfeito, adaptando-se aos mais variados tipos de sapatos.

Indicação de uso: tendinite de aquiles, fascite plantar, esporão de calcâneo, alívio das dores plantares, contusões, patologias do sistema ósseo articular, osteoporose, entorse, eliminação de impacto e pressão. Indicada especialmente para atletas, ginastas e esportistas em geral.

Risco e contra-indicação: inexistente
Visite:
Www.orthopauheur.com

Olhos

As baixas temperaturas e o ar seco também são causadores
De doenças oculares. Uma doença comum durante todo o ano, mas que se intensifica neste período é a conjuntivite alérgica.
Segundo o Dr. Paulo Roberto Gatti, oftalmologista do HMCG, “a conjuntivite alérgica não é contagiosa e seu acometimento está muitas vezes relacionado ao grande acúmulo de poluição no período”, explica. Ainda de acordo com o especialista, existem diversos agentes causadores da alergia ocular, por isso o melhor a fazer é procurar o oftalmologista para identificar o agente e ministrar o tratamento correto.

Os principais sintomas da conjuntivite alérgica são: olhos vermelhos .lacrimeja mento, secreção ocular, sensação de areia nos olhos, inchaço das pálpebras, desconforto, ardor, intolerância à luz e visão distorcida.
O Dr. Paulo Roberto Gatti orienta as pessoas a procurarem um oftalmologista quando perceberem esses sintomas, e faz um alerta: “o uso de colírios só pode ser feito com prescrição médica, pois o uso indevido desse tipo de medicação poderá desencadear problemas mais graves”.


Fonte: Informativo HMCG JUNHO/2011

Curso de gestante do HMCG

Aspectos psicológicos na gravidez, parto e puerpério
Desenvolvimento e crescimento do bebê
Os três trimestres de gestação
Parto e puerpério
Alimentação durante a gestação
Obesidade na gravidez
Cuidados com o recém nascido
Orientações sobre anestesia
Preparo das mamas para um bom aleitamento
Imunização na infância
Prevenção odontológica para gestante e bebê
Fisioterapia na gestação
Visita ao hospital
Amamentação

Coordenação: Dra. Márcia Tardini – psicóloga/ Regina Avendaño – Assist. Social
Local: sala de treinamento do HMCG
Avenida dos Andradas, nº 488 – 1º andar.
(ao lado da clínica cirúrgica)
Inscrições: tel.: 4993-3774 ou pessoalmente no centro
Médico.

Dicas para o Inverno

Banho muito quente é prejudicial para sua pele

Neste período a pele perde a oleosidade natural, que funciona como barreira de proteção, facilitando o surgimento de doenças como alergias, eczemas e coceiras.
Na hora do banho prefira a temperatura morna e usar sabonetes com hidratantes ou glicerinados.
Após o banho aplique um hidratante corporal para recuperar a camada de gordura da pele.

Outras dicas: óleos corporais que não são hidratantes, mas podem ajudar na proteção da pele; o ideal é aplicar meia hora antes do banho.
Também hidratantes “in shower”, uma espécie de creme hidratante para ser usado durante a ducha e que proporciona um a hidratação rápida e prática.
Sempre use protetor solar, pois mesmo no inverno as pessoas estão expostas aos raios UVA e UVB e de seus efeitos nocivos.

Fonte: Informativo HMCG JUNHO/2011

Gripe x Resfriado

Com a chegada do frio, aumentam os casos de doenças respiratórias, inflamatórias e alérgicas porque a estação é caracterizada pela diminuição da temperatura, baixa umidade relativa do ar e maior nível de poluição atmosférica.
Com o tempo mais frio as pessoas tendem a ficar em ambientes fechados propiciando o contágio dessas doenças.

Os problemas mais comuns são as infecções respiratórias. Entre as principais enfermidades do gênero está a gripe e o resfriado, que costumam ser confundidos.
A gripe é causada pelo vírus influenza, o que a torna mais grave e altamente contagiosa. Já os resfriados comuns são causados por diversos outros vírus como o rinovírus.
Caracteriza-se por sintomas mais amenos e raramente causa febre nos adultos, e costuma durar de 5 a 7 dias.

Não existe um tratamento específico para os resfriados, por isso os sintomas são amenizados com antigripais.
Para se proteger da gripe o melhor é a vacina, já que apresenta um taxa de eficácia de 98%.
Tanto a gripe comum, quanto a gripe suína (gripe h1n1) apresentam quadro clínico e taxas de complicação semelhantes. A única maneira de diferenciá-las é através de exames laboratoriais.

A pneumonia nem sempre é causada por complicações da gripe, ela pode estar associada também a bactérias ou vírus.
A melhor prevenção neste caso também é a vacina, disponível apenas em clínicas e hospitais particulares.

Principais sintomas da gripe

Febre com temperatura superior a 38ºc;
Suor e calafrios;
Dores de cabeça;
Tosse seca;
Dores musculares, especialmente nas costas, braços e pernas;
Fadiga e fraqueza;
Congestão nasal;
Perda de apetite;
Diarréia e vômito principalmente em crianças;

Principais sintomas do resfriado

Coriza;
Congestão nasal;
Espirros, tosse e garganta inflamada;
Diminuição do olfato e paladar;
Rouquidão;
Febre (pode ocorrer em crianças) – incomum em adultos;
Dores pelo corpo e dor de cabeça.


Como prevenir

Manter alimentação saudável;
Beber bastante líquido;
Manter a casa bem ventilada;
Evitar aglomerações;
Lavar as mãos com freqüência;
Use lenços descartáveis;
Soro fisiológico nas narinas ajuda a combater a obstrução;
Não usar remédios sem avaliação médica.

Fonte: Informativo HMCG Junho 2011


Higiene Íntima

A limpeza adequada da região vaginal é fundamental
Para o equilíbrio da saúde feminina

É indiscutível que bons hábitos de higiene são importantes para a saúde.
Mas será que alguma parte do corpo merece uma atenção especial na hora da assepsia? Prontamente, os especialistas respondem que sim. No caso das mulheres a atenção redobrada é em relação à região genital. A rotina feminina tem mudado cada vez mais e, com a correria cotidiana e o acúmulo de tarefas, elas podem ficar expostas a um elevado nível de estresse, que enfraquece as defesas do organismo, deixando o corpo mais suscetível a doenças e infecções.
Além disso, o uso de calças apertadas, calcinhas fabricadas com materiais sintéticos e depilação feita com cera ou com lâmina também são alguns fatores que provocam a irritação da região íntima, o que altera o ph vaginal e cria um local propício para o surgimento de fungos, bactérias e outros desconfortos ginecológicos como corrimento e odor.

Conheça seu corpo

Segundo Simone Nogueira, ginecologista da clínica Dale e membro da sociedade de ginecologia e obstetrícia do rio de janeiro, “a região genital feminina é produtora de secreções, assim como temos a saliva da boca, a secreção nasal e a do ouvido, por exemplo. O muco vaginal normal é transparente ou amarelo claro, sem odor, e não deve ser acompanhado de prurido ou vermelhidão na região, pois qualquer um destes sintomas já denota infecção”.
A alteração do ph pode causar conseqüências importantes e bem incômodas á mulher, por isso, é fundamental ficar atenta a qualquer sinal que apareça e procurar um médico para receber orientação. “o desequilíbrio da flora causa o aparecimento de alguma das três infecções mais freqüentes na genitália feminina: tricomoníase, candidíase e vaginose bacteriana”, comenta José Bento de Souza, ginecologista especialista em reprodução humana e saúde da mulher, de São Paulo.

Limpeza na medida certa

Realmente não restam dúvidas sobre a importância da higiene íntima. E, talvez, você esteja se perguntando por que, mesmo higienizando a região diariamente, vez ou outra alguns problemas acabam aparecendo. A resposta para a sua dúvida é simples e ao mesmo tempo surpreendente: provavelmente você não esteja executando a tarefa da maneira correta! “muitas vezes, na preocupação excessiva de se limpar, a mulher acaba machucando a mucosa genital”, explica Rogério Leão, ginecologista do instituto paulista de ginecologia e obstetrícia (IPGO).

Outro ponto importante é que a limpeza deve ser feita apenas externamente. “lavagens internas, como as tradicionais duchas vaginais, também podem prejudicar a defesa natural do corpo, além de levar, muitas vezes, à irritação da mucosa”, ressalta o especialista. O recomendado é que os cuidados com a área íntima sejam feitos de maneira constante, com produtos indicados para o uso diário e que sejam neutros, pois não alteram o ph vaginal. E saiba que uma vez ao dia o uso de sabonetes específicos para essa região é indispensável.

Aliados da mulher

Em determinadas fases da vida, o uso de sabonetes íntimos se faz ainda mais necessário. No período menstrual e no início da menopausa, o ph tende a ficar mais alcalino e a ocorrência de infecções urinárias é maior. Isso porque “nesta última fase, devido á ausência de hormônios, a mulher pode estar com a mucosa da área genital mais sensível e ressecada”, alerta Simone.
Outro artifício que pode ajudar na saúde da região são os lenços umedecidos. Eles são indicados após a utilização de banheiros públicos e, em especial, durante viagens prolongadas-principalmente após a evacuação, passando no sentido de “frente para trás”, já que devido á proximidade do ânus com a uretra, pode ocorrer contaminação com bactérias, que propiciam a infecção urinária. Mas lembre-se: eles devem ser usados com cautela e apenas como alternativos quando não se está em casa ou num local onde se possa realizar a higiene adequada, e a aplicação devem ser muito suaves para não remover a camada protetora da pele.

Autoconfiança garantida

Além de ser peça-chave para a saúde plena da mulher, o ginecologista do IPGO ressalta outro fator onde a higienização correta se faz presente e, mais uma vez, contribui para os benefícios ao corpo feminino: “a higienização íntima ajuda na auto-estima da mulher. Ela se sente mais segura para o ato sexual, sabendo que está limpa e com higiene adequada”.

Entenda o que é ph

Certamente você já ouviu falar sobre potencial hidrogeniônico. Mais conhecido como ph. O índice é utilizado
Par indicar se certo material é ácido, neutro ou alcalino.
O ph vaginal é de 5.9 e considerado ácido.
E é justamente esta acidez que auxilia na defesa contra micro-organismos e na boa manutenção da barreira cutânea.
Logo, é preciso haver um meio-termo. Afinal, o excesso ou a falta de higiene – além do uso de sabonetes inadequados - podem provocar o desequilíbrio da flora vaginal. Por isso
Na hora de escolher o produto nas prateleiras dos mercados ou drogarias. Fique atenta ao ph e prefira aqueles dentro da faixa de 1 a 6.9.

Sabonetes íntimos para todos os gostos

Dermacyd
Íntimo
Sabonete íntimo líquido intimus
Lucretin mulher
Higeia da natura
Íntimo double effect nívea

Aliados para deixar na bolsa

Lenços umedecidos femininos da íntimus
Higeia lenços umedecidos femininos da natura
Lenços umedecidos lucretin
Íntimo da nívea

Classificação do ph

Ácido de 1 a 6.9
Neutro 7
Alcalino de 7.1 a 14

segunda-feira, 20 de junho de 2011

Enxoval da Mamãe e do Bebê

Enxoval da mamãe

3 camisolas com abertura para amamentação
4 calcinhas largas
3 soutiens com alças sustentáveis
1 cinta (segundo orientação médica)
1 chinelo
Artigos de higiene pessoal

Obs.: verificar com a internação sobre absorvente

Enxoval do bebê

4 macacões
4 mijões
4 pagões ou bodies
2 cobertores
2 viras ou fraldas de tecido
Roupinha para alta

Obs.: verificar com a internação sobre fraldas
Descartáveis.

Fonte: Hospital e Maternidade Dr. Christovão da Gama



Planejamento Familiar

É o direito à informação, à assistência médica e aos recursos necessários para optar por ter ou não filhos. A livre decisão
Do método anticoncepcional mais adequado deve ser uma opção da mulher além de ser seu direito.

As ações educativas são de extrema importância para garantir esta decisão bem informada sobre método contraceptivo.

Amamentação (método de amenorréia lactacional)
É um método temporário e eficaz de contracepção.

O que é?
Lam ou método de amenorréia lactacional oferece proteção natural contra a gravidez e permite que a mulher planeje o uso de outro método após o aleitamento.
Tem a vantagem de garantir ao bebê os nutrientes necessários para o seu desenvolvimento e proteção contra doenças, através do leite materno.

Como funciona?
Inibe a ovulação, porque a amamentação altera as taxas de secreção dos hormônios naturais.

O uso correto e consistente significa:

A alimentação do bebê deve ser só de leite materno, com a amamentação freqüente, durante o dia e á noite.
A mãe não deve ter ainda menstruado.
O bebê deve ter menos de seis meses de vida.

Adesivo Transdérmico

O que é?
É um contraceptivo hormonal em forma de adesivo de material plástico, fino, na cor bege, que é colocado sobre a pele. Recomenda-se que seja aplicado nos seguintes locais: parte superior do dorso, parte superior do braço, abdome ou nádegas.

Como funciona?
É um anticoncepcional que contém dois hormônios para uso transdérmico, colocado pela própria paciente.
A parte em contato direto com a pele contém os hormônios norelgestromina e etinilestradiol que são absorvidos continuamente através da pele até a corrente sanguínea, inibindo a ovulação nos ovários e evitando assim a gravidez.
O adesivo contraceptivo deve ser aplicado uma vez por semana, sempre no mesmo dia, durante três semanas. Na quarta semana, deve-se fazer uma pausa para que aconteça o sangramento.

Anel vaginal

O que é?
É um anel plástico flexível, transparente de 54 mm de diâmetro externo e 4 mm de espessura.

Como funciona?
É um anticoncepcional que contém dois hormônios para uso vaginal, colocado pela própria paciente.

O anel contém dois hormônios femininos que agem da mesma forma que a pílula. Pequenas quantidades destes hormônios são liberadas continuamente na corrente sanguínea, inibindo a ovulação nos ovários e evitando a gravidez.
O anel fica na vagina por 3 semanas. Deve ser retirado e realizada pausa de 1 semana, quando deve ser reinserido outro anel.

Diafragma

O que é?
Diafragma é um anel flexível coberto no centro com uma membrana de borracha ou silicone fino, que cobre o colo uterino.

Como funciona?
O diafragma impede a passagem, a entrada dos espermatozóides no útero.
Deve ser colocado na vagina antes da relação sexual.
Um creme espermicida deve ser associado e usado todas as vezes que a mulher tenha uma relação sexual.
Só poderá ser retirado após 6-8 horas da relação sexual.
Precisa de avaliação de medida do diafragma, que deve ser feita pelo ginecologista.

DIU – Dispositivo Intra-Uterino

O que é?
É um objeto pequeno de plástico flexível, freqüentemente com revestimento de cobre.

Como funciona?
Dificulta a penetração do espermatozóide no útero.
Promove uma altercação inflamatória no revestimento da cavidade uterina.
Sua colocação deve ser feita por ginecologista.
Seus efeitos têm duração de cinco a dez anos, dependendo do tipo usado, e precisa da verificação anual do ginecologista.


Espermicida

O que é?
É um método químico de barreira em forma de gel, creme, supositório, espuma ou filme solúvel.

Como funciona?
É inserido na vagina antes da relação sexual, destruindo os espermatozóides ou impedindo seu movimento até o óvulo.
Para aumentar sua efetividade, deve ser usado com outro método de barreira, como o preservativo ou o diafragma.
Deve ser usado todas as vezes que a mulher tiver uma relação sexual.

Esterilização

O que é?
A esterilização é um procedimento cirúrgico e permanente.

Como funciona?
Esterilização feminina:
É uma obstrução mecânica das trompas que impede os espermatozóides de migrarem ao encontro do óvulo.

Esterilização masculina:
É a ligadura dos ductos deferentes, impedindo a eliminação dos espermatozóides na vagina junto com o sêmen.
Não altera o aspecto do sêmen.
Não afeta o desempenho sexual do homem.

Implante

O que é?
É um bastão (4 cm de comprimento e 2 mm de diâmetro), colocado usualmente debaixo da pele na parte superior do braço. Contém um só tipo de hormônio (progesterona).

Como funciona?
O implante libera hormônio, impedindo a ovulação.
A duração do método é de três anos.
É colocado por ginecologista.

Injeção

O que é?
É um contraceptivo aplicado por via intramuscular, normalmente nas nádegas.

Como funciona?
Inibe a ovulação e torna o muco cervical espesso, dificultando a passagem dos espermatozóides.
A injeção oferece a proteção de um ou três meses, dependendo do tipo utilizado.

Métodos naturais baseados na percepção da fertilidade

O que são?
Métodos que ensinam a mulher a conhecer o período fértil, evitando relações sexuais nestes dias.

Quais são?
Existem vários métodos para se determinar quando o período
Fértil da mulher, entre eles:
Calendário (tabelinha)
Muco vaginal
Temperatura corporal basal

Pílula

O que é?
São comprimidos que contém um hormônio sintético (progesterona) ou dois (estrogênio e progesterona) parecidos com os produzidos pelo ovário da mulher.


Como funciona?
Inibe a ovulação e torna o muco cervical espesso, dificultando a passagem dos espermatozóides.
Precisa ser tomada diariamente. Recomenda-se tomar 1 comprimido, um avez ao dia, durante 21,22 ou 24 dias, com pausa
De 7,6 ou 4 dias respectivamente, dependendo do tipo de pílula.

Contracepção de emergência

O que é?
É um comprimido que deve ser ingerido até 72 horas após uma relação sexual desprotegida. Pode ser usado em qualquer momento do ciclo menstrual, porém no tempo mais próximo possível da relação sexual desprotegida, para maior eficácia.
Os comprimidos com apenas um tipo de hormônio (progesterona) são mais eficazes e causam menos náuseas e vômitos.

Como funciona?
Inibe e retarda a ovulação e promove alteração da função dos espermatozóides.
Não deve ser utilizado como método anticoncepcional de rotina, e sim em situações de emergência.

Preservativo

O que é?
É uma capa feita para cobrir e se ajustar ao pênis ereto do homem ou à vagina da mulher.

Como funciona?
Deve ser colocado antes da relação sexual: antes do pênis entrar na vagina.
Forma uma barreira física entre o pênis e a vagina.
Deve ser usado um novo preservativo a cada relação sexual.
Auxilia na prevenção de doenças sexualmente transmissíveis
(DST), entre elas o HIV.

SIU - Sistema intra-uterino (hormonal)

O que é?
É um sistema de plástico que libera hormônio (progesterona) diretamente no útero.

Como funciona?
No consultório, o médico insere o sistema dentro do útero.
Age aumentando o espessamento do muco do colo uterino, dificultando a penetração dos espermatozóides.
Altera o espessamento do revestimento uterino.
O SIU oferece a proteção de 5 anos.


Fonte Janssen-Cilag
Farmacêutica



NEA, INIBINDO A OVULAÇENTE ATRAVRADIOL QUE SO, PARTE SUPERIOR DO BRAÇO, ABDOME OU N

Uma vez ao dia para relaxar


Ficar de pernas para o ar
Já foi provado que o ócio, em alguns momentos do dia, pode fazer muito bem.

Ouvir música
A música relaxa e ajuda a colocar as idéias no lugar.
Escolha uma especial a cada novo dia e ouça sem pressa.

Ler
O livro é um ótimo companheiro. Habituar-se a ler um pequeno trecho todos os dias ajudará a melhorar o seu vocabulário além de ser um excelente passa tempo.

Tirar um cochilo
Escolha o momento mais adequado, conforme a sua rotina.
A dica é após o almoço, como já é tradição em alguns países europeus. Apenas 30 minutos serão suficientes para melhorar a sua disposição.

Ficar em silêncio
Vivemos cercados por sons. Por isso, às vezes é bom ficar em silêncio para tentar organizar as idéias.

Fugir da rotina
Experimente fazer de forma diferente a sua rotina diária.
Escolha um caminho diferente para ir ao trabalho ou ao supermercado, vista-se diferente, experimente algo novo.

Tomar um banho relaxante
Tome o seu banho com tranqüilidade sem se preocupar com os problemas do dia a dia. Não utilize a água muito quente e não tome banhos muito demorados, pois isso prejudica a sua pele e o meio ambiente.

Assistir a um programa de TV
Escolha algo leve, especialmente antes de ir para a cama.
Uma boa opção é algo que a faça rir e esquecer as tensões do dia.

Cozinhar
O ato de preparar os alimentos não precisa ser só uma obrigação, pode ser também uma oportunidade para distrair-se e esquecer o estresse.

Brincar com um animal de estimação
Um passeio com seu cachorro ou um tempo com seu gatinho pode fazer muito bem a você e a ele.




Amigos

“OS AMIGOS  VERDADEIROS SÃO AQUELES QUE VÊM COMPARTILHAR A NOSSA FELICIDADE QUANDO OS CHAMAMOS, E A NOSSA DESGRAÇA SEM SEREM CHAMADOS.”

Células Tronco

Por que armazenar as células-tronco do sangue de cordão umbilical do seu bebê?


Maior garantia de compatibilidade com o seu filho. A coleta não oferece risco para a mãe nem para o bebe;
Grande potencial terapêutico;
Minorias éticas apresentam maior dificuldade de encontrar um doador compatível;
Nos últimos anos, 15.000  transplantes já realizados utilizando células-tronco do sangue de cordão umbilical.


Porque a crio gênesis?

Segurança

O mais confiável sistema de monitoramento eletrônico: `yokogawa. Capaz de registrar pequenas mudanças de temperaturas e acionar alarmes locais e à distância até que a situação seja normalizada:

Gerador elétrico/44kva;

Modernos tanques de nitrogênio líquido-vapor;

O mais seguro sistema de processamento e armazenamento de células-tronco;

Excelência

Método de colet , sistema de transporte e técnica de processamento aliados á ética de atendimento.

Pesquisa

Desde 1996, a crio gênesis pesquisa células-tronco na área de regeneração de tecidos.