sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

COCO

A polpa regula a pressão arterial e a água de coco combate a desidratação.
Muito usado em receitas culinárias, o coco é um alimento altamente rico em sais minerais, tais como potássio, fósforo, cálcio, magnésio, sódio e ferro. Seu conteúdo auxilia no bom funcionamento do coração, protege as funções neuromusculares, regula a pressão arterial e mantém o equilíbrio das células. Rica em fibras, sua polpa ajuda ainda a melhorar o funcionamento intestinal.
Já a água, presente no coco verde, possui uma composição semelhante a do soro fisiológico, capaz de combater a desidratação, repor as energias do organismo, hidrata a pele e regula o intestino. E o melhor: ao contrário da polpa, possui poucas calorias.

DICA: MÁSCARA PARA PELE SECA


Rale a parte branca de 1/2 coco fresco e passe no rosto. Deite-se e deixe agir por 20 minutos. Enxágue em seguida.

ABÓBORA E ABACATE

A abóbora é rica em nutrientes essenciais à saúde.
Pele, unha, cabelo, olhos e intestino são apenas algumas partes do corpo beneficiados pelo consumo da abóbora. O alimento, que vai em pratos doces e salgados, fornece vitaminas, sais minerais, fibras e diversas substâncias que fortalecem a saúde como um todo. “a abóbora é um alimento de baixa carga glicêmica, rica em vitamina a e com bons níveis de vitamina c, potássio, fibras, entre outros nutrientes", destaca a nutricionista Angelina Zapponi.

Abacate: protege o coração e hidrata a pele e os cabelos.

Essa fruta pode ser considerada uma das grandes amigas do coração. Isso por que ela possui boas quantidades de ácido oleico, uma gordura monoinsaturada que impede o acúmulo de colesterol ruim, o HDL, nas artérias. Também ajuda a manter os níveis ideais de HDL, o colesterol bom. Quando o assunto é nutriente, o abacate se iguala á banana.

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

CARBOIDRATOS

A cada dia cresce o número de dietas que prometem verdadeiros milagres na difícil tarefa da busca pelo corpo perfeito. Entre as novas manias, excluir o carboidrato do cardápio virou prática comum para quem quer perder peso. O problema é que esse nutriente é fundamental para o bom funcionamento do organismo e a sua ausência compromete o seu equilíbrio.
Antes de tomar uma atitude radical, informe-se e consulte um médico. Só um profissional especializado poderá indicar qual é o melhor caminho para você emagrecer sem comprometer a saúde do seu corpo.
   

PENSAMENTOS



Não se preocupe tanto com a reputação a ponto de se esquecer sobre o caráter!

É mais importante se preocupar com o  que é certo do que com quem está certo !

Preocupe-se em corrigir e não em encobrir.

Preocupe-se em fazer e não com o que será feito.

Na maioria das vezes a preocupação é sinônimo de falta de fé.

Preocupe - se em estar preocupado!


                                                                             ALBERTO

AMAMENTAÇÃO

A amamentação realmente faz a diferença.

O leite materno proporcionará ao seu bebê os nutrientes necessários para um desenvolvimento sadio.
A Organização Mundial da Saúde (OMS), a mais importante autoridade internacional em saúde, recomenda enfaticamente a amamentação durante os primeiros 6 meses de vida .
Mas a amamentação pode não ser apropriada para todas as mulheres.
Determinadas condições de saúde podem fazer com que a mulher não possa amamentar. Se você optar por amamentar ou se não estiver segura se deve fazê-lo, consulte seu médico para obter mais informações.

Benefícios da amamentação para a saúde do seu bebê.

* O leite materno ajuda a proteger os bebês das doenças comuns da infância, como diarreia e pneumonia.
* O leite materno esta facilmente disponível.

Benefícios da amamentação para a saúde da mamãe.

* Pode reduzir o risco de câncer de mama ou de ovário.
* Pode ajudá-la a voltar ao peso anterior à gravidez.

A amamentação pode ser um anticoncepcional eficiente?

A amamentação pode agir como anticoncepcional por até 06 meses após o nascimento do bebê. Esse método é dominado Método da  Amenorreia Lactacional, ou LAM. É importante entender as limitações DOP LAM antes de tomar qualquer decisão. Uma mulher que utiliza o LAM como único método anticoncepcional deve estar sob condições específicas, caso contrário, suas possibilidades de uma gravidez indesejada aumentam. O método da amenorreia Lactacional(LAM) pode ser eficaz sob as seguintes condições :

* Não é necessário outro método anticoncepcional se:
* O bebê está sendo alimentado exclusivamente no seio materno de forma regular.
 * O bebê tem menos de seis meses de idade.
Deve-se utilizar outro método anticoncepcional se:
 *A menstruação já retornou 
* O bebê tem mais de seis meses 
* O bebê está recebendo outros alimentos e líquidos.





ALZHEIMER AS VERDADES

Praticar exercícios físicos é importante para as pessoas com a doença, pode retardar a manifestação da doença, assim como amenizar seus sintomas, além de melhorar a qualidade de vida do cuidador e paciente. Mesmo em pessoas que não possuem a doença, há estudos sugerindo que a prática regular de atividade física pode contribuir para a prevenção da doença de Alzheimer no futuro.

A doença de Alzheimer não tem cura. Porém, existem tratamentos que retardam sua evolução e outros que minimizam os distúrbios cognitivos, do humor e do comportamento. Alguns medicamentos podem tornar o processo mais demorado ou atacar problemas paralelos da doença, como insônia e agitação.

Cuidadores e familiares também precisam de cuidado para conviverem com a doença 

A Doença de Alzheimer exige tanto das pessoas que cuidam dos pacientes que é preciso que elas mantenham-se física e psicologicamente saudáveis para dar conta de uma situação que gera estremo estresse. Tratar do portador de Alzheimer é também cuidar de quem está em torno dele.
É importante participar de grupos de apoio, aprender a lidar com a culpa, cansaço, angústia, além de mudanças na rotina e cuidados com os pacientes. 


ALZHEIMER

Os mitos, neurologistas esclarecem as dúvidas desta doença que atinge mais de 35 milhões de pessoas no mundo.
Segundo Associação Brasileira de ALZHEIMER (abraz) mais de 35 milhões de pessoas têm Doença de Alzheimer no mundo. Só o Brasil detém cerca de 1,2 milhão de casos, a maior parte deles ainda sem diagnóstico. Esta enfermidade atinge principalmente, idosos a partir dos 55 anos de idade e entre os sintomas estão a perda de funções cognitivas, como memória, orientação, atenção a linguagem, que podem ocasionar dificuldade para realização de atividades da vida diária. A DOENÇA AINDA É MARCADA PELA FALTA DE CONHECIMENTO PELA CRENÇA DE QUE ALGUNS SINTOMAS DÃO NATURAIS DO PROCESSO DO ENVELHECIMENTO.
O neurologista Antônio Eduardo Damin, especializado em neurologia Cognitiva e Comportamental pelo Hospital das Clinicas da FMUSP, esclarece alguns mitos e verdades sobre a doença: confira. 

O PRIMEIRO SINTOMA DO ALZHEIMER É SEMPRE A PERDA DA MEMÓRIA?

MITO

Apesar de ser o sintoma inicial mais comum, nem sempre a perda de memória é o sintoma que sinaliza o início da doença. Em algumas pessoas, os sintomas iniciais da doença de Alzheimer podem ser desorientação no tempo e espaço, dificuldade de linguagem, dificuldade para planejar ou resolver problemas mais complexos ou mesmo realizar tarefas corriqueiras, alterações de humor e comportamento dentre outras.
O esquecer das coisas também não significa que você tem a doença de Alzheimer, isso pode estar relacionados a diversos fatores, como outra a demência ou até mesmo o estresse, ansiedade e depressão. As pessoas afetadas pela doença possuem um quadro progressivo de dificuldade de memória. 


QUEM TEM ALZHEIMER NÃO CONSEGUE COMPREENDER O QUE SE PASSA AO SEU REDOR?

MITO

O portador dessa doença se mantém consciente do que está acontecendo ao seu redor, apesar das dificuldades de memórias e dos outros sintomas. Apenas nos estágios mais avançados isso pode mudar. O importante é não tratar o idoso com Alzheimer de forma infantilizada. Deve-se preservar seu papel e espaço nas relações familiar.
Jogos de raciocínios não ajudam a evitar a doença, porem sua prática não evita que uma pessoa desenvolva ou interrompa a evolução da doença. 









QUE AÇÚCAR ESCOLHER?


Açúcar refinado, demerara, mascavo, light, enfim, as opções de açúcares são diversas. Mas muitas pessoas podem ficar confusas e se perguntarem qual é o ideal para o consumo do dia a dia. 
A verdade é que os valores calóricos destas opções variam muito pouco. Independente do tipo de açúcar, o consumo exagerado vai fazer com que qualquer pessoa engorde. As principais diferenças estão nos nutrientes encontrados em cada um dos tipos. O ideal mesmo é consumir menos açúcar, mas não acreditar que um engorda menos que o outro. Os açúcares brancos: como o cristal e o refinado não têm nutrientes devido ao processo de refinamento. Os açúcares mais escuros: como o demerara e o mascavo não passam por tantos processos químicos para atingir cor e refinamento, o que os tornam mais "naturais" e que mantêm alguns nutrientes. E, por fim, o açúcar na VERSÃO LIGHT merece atenção, pois é resultado de uma mistura do açúcar com alguns adoçantes. Confira os nutrientes de cada uma das opções:

MEL: VITAMINAS B2 e B5 e propriedades terapêuticas 

AÇÚCAR CRISTAL E REFINADO: não possuem nutrientes 

AÇÚCAR DEMERARA E MASCAVO: cálcio, magnésio, fósforo e potássio.

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

FRASES


“A função primeira da existência humana é amar, a fim de servir com maior eficiência ao próximo”.
                                                                        Divaldo Franco
                                                                        S.K


"Precisamos nos lembrar de que as árvores podem viver sem nós, mas nós não podemos viver sem elas. Quando destruímos a natureza estamos destruindo nós mesmos."

                                                                                                                                                                                                          J.Y LOUP


“Só é grande aquele que é humilde, aquele que voluntariamente, se coloca numa posição mais baixa, como símbolo de vontade de servir”.
Esse é o ensinamento importantíssimo que veio do mar:
“A grandeza da modéstia”
                                                                                 Roberto Otsu 




ALMANAQUE DA SAÚDE, GASES!

QUE DESAGRADÁVEL!

Estudos mostram que um adulto expele gases até 20 vezes ao dia. Por isso, mesmo que algumas pessoas torçam o nariz, essa é uma reação comum do corpo.
Mas bom ficar alerta. Em excesso. Os gases podem denunciar doenças, como intolerância à lactose (que é o açúcar do leite) ou intolerância ao glúten, conhecida como doença celíaca.

A SOLUÇÃO ESTÁ NO SEU CARDÁPIO

O excesso de gases pode ser tratado com medicamentos, inclusive antibióticos, que diminuem o incômodo. Manter uma alimentação adequada com alimentos como mamão, kiwi, e abacaxi, que possuem enzimas digestivas que quebram os carboidratos, proteínas e ácidos graxos, ajuda a minimizar o mal.

Dicas fáceis

Hábitos simples para evitar os gases:
* Faça refeições em silêncio para reduzir o ar engolido.
* Consuma chás de camomila, hortelã e erva-doce.
* Beba água ao longo do dia.
* Evite soja, feijão e lentilha.
* Diminua o consumo de leite, refrigerantes, cebola, repolho, pimentão, berinjela e batata-doce.




quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

ESTRESSE ENGORDA

 Ele não é uma mera desculpa, não. A ciência decifra novos mecanismos para elucidar por que a tensão, dia após dia, faz a barriga inflar. Viver com a cabeça quente pesa mais na balança do que se imagina.

Tensão que vira gordura:
As vias fisiológicas que fazem do estressado um candidato à obesidade.

1- Primeiro comando 
O estresse é uma reação disparada pelo corpo para lidar com uma situação de ameaça - o caos no trânsito, por exemplo.
No cérebro é ativado, então, o eixo hipotálamo-hipófise-adrenal, que secreta hormônios com o objetivo de poupar energia.

2- A Química do Estresse 
Uma das ordens cerebrais é enviada à glândula suprarrenal, que fica em cima dos rins. Ela libera um monte de cortisol, hormônio que aumenta o apetite e faz o corpo estocar gordura no abdômen. 

MEDIDAS ANTIESTRESSE 


Exercite-se, faça sexo com carinho, medite, respire direito, seja otimista, brinque com seu animal de estimação.

CUIDADO COM OS ANALGÉSICOS

Uma solução rápida para a dor é o grande atrativo desses remédios. Mas o abuso deles, cada vez mais comum, traz repercussões sérias. O que fazer para evitá-las?


Um comprimido contra dor e febre engrossa as filas para transplante de fígado. Outro da mesma classe eleva 40% a probabilidade de panes cardíacas em gente com predisposição a elas. E um terceiro pode gerar quadros de anemia. Os responsáveis por esses transtornos são, respectivamente, paracetamol, diclofenaco e ácido acetilsalicílico, conhecidos analgésicos e anti- inflamatórios.
O diclofenaco, por sua vez recentemente foi associado com um maior índice de mortes por infarto. 


* Ácido Acetilsalicílico: Geralmente usado para dor, febre e até na prevenção de infartos, ele pode em excesso, originar náuseas, vômitos, sangramentos internos e zumbido. Também fomentaria úlceras e alergias.

* Paracetamol: Ele é potencialmente nocivo ao fígado - há situações em que contribui para falência hepática, erupções na pele, urticária, choque anafilático e broncoespasmos. Mas, engolido com critério, alaca dores e baixa a temperatura.

* Diclofenaco: é anti- inflamatório não hormonal mais vendido no mundo para alívio de incômodos. Entretanto, exagerar na dose suscita vômito, náusea, diarreia, lesões no esôfago e, o mais preocupante, um risco maior de cardíacos enfartarem.

* Dipirona: Indicado principalmente contra enxaquecas e febre. Foi proibido nos Estados Unidos, Canadá e em países europeus devido à sua associação com aplasia medular, uma alteração grave no funcionamento da medula óssea.


Portadores de dores crônicas, idosos e crianças merecem atenção especial antes de tomar analgésicos. Fale com um especialista 

terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

O ENSINO MÉDICO EM NÚMEROS

O Brasil possui 216 faculdades de medicina. O número é superior á china, com 150, e Estados Unidos, com 149, países com população maior que a brasileira.

Em 14 anos, ou seja, do início de 2000 até 2014, a quantidade de faculdade de Medicina no país dobrou.
O crescimento de 60% do setor se deve às  faculdades particulares.
Mais de 19 mil estudantes de medicina se formam a cada ano.
60% dos médicos recém- formados foram reprovados na avaliação obrigatória no Estado de São Paulo, aplicada em 2013, pelo Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo ( cremesp)os dados do último exame, realizado em outubro de 2014, ainda não foram divulgados pelo Cremesp.

DADOS APRESENTADOS NO I ENCONTRO NACIONAL DOS CONSELHOS DE MEDICINA 2014.




TROMBOSE VENOSA PROFUNDA E VIAGENS AÉREAS




 Muito se fala sobre o risco de trombose venosa profunda e embolia pulmonar durante e após viagens aéreas. O assunto volta à tona na mídia frequentemente nos períodos de férias, quando aumenta o número de viagens aéreas: As principais dúvidas são:
* Quão frequentemente ocorre a trombose venosa profunda durante viagens aéreas?
* Existem pessoas com maiores riscos?
* Viagens mais longas aumentam o risco de tromboembolismo pulmonar (embolia pulmonar)

Em resumo, o tromboembolismo venoso após viagens aéreas não é um evento comum; mas em decorrência de cada vez maior mobilidade aérea, o número absoluto tende a aumentar, gerando a sensação de que é mais comum do que os dados científicos nos informa.

De qualquer forma, pode-se lançar mão de estratégia para reduzir o risco de tromboembolismo venoso após voos. Algumas sugestões:

* Use meio elástica de compressão graduada durante o voo;
* Não permaneça muito tempo sentado, imóvel na poltrona. Levante vez ou outra e caminhe pelo corredor.  Aproveite as idas ao banheiro para exercitar suas pernas;
* Enquanto sentado, faça movimentos de flexão plantar (forçando o pé para baixo)
* Hidrate-se durante o voo;
*Evite bebidas alcoólicas durante o voo;
* Se você já teve trombose venosa, embolia pulmonar ou tem uma trombofilia conhecida, você precisará orientação do seu médico pra prevenção específica.








sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

SUSPEITOS DE CAUSAR CÂNCER

A OMS divide as substâncias e as atividades de acordo com o risco de abrirem alas a tumores:

Risco confirmado:

Raios-X      
Cigarro 
Hepatites b e c
Álcool em excesso
Raios solares
H. Pylori (bacteria)
Reposição hormonal 

Risco bem provável

Fumaça de diesel
Trabalhar como cabeleireiro
Fritura
Anabolizante 
Chimarrão 
Trabalhar em refinaria 

Risco sob investigação

Celular 
Trabalhar como bombeiro 
Gasolina 
Café em excesso
Trabalhar em carpintaria 
Alimentos embutidos

 Risco não comprovado

Prótese metálica 
Sacarina (adoçante)
Lâmpada fluorescente 
Chá em excesso
Tintura de cabelo
Campo elétrico 
Trabalhar com couro
Combustível de avião 
Trabalhar em serraria










PESQUISA DA AGÊNCIA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA INDICA QUAIS OS ALIMENTOS CARREGAM QUANTIDADES ABUSIVAS DOS DEFENSIVOS AGRÍCOLAS


Divulgado há pouco, o Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos de Alimentos da ANVISA mostrou que, entre 18 alimentos avaliados em 2010, o pimentão é campeão de irregularidades.
Das 146 amostras, 134(91,8%) apresentam agrotóxicos acima do limite lícito e substâncias não autorizada para a cultura . No ranking dos vilões ainda aparecem os morangos, o pepino, o alface e a cenoura . "O dado preocupa. Afinal, em longo prazo essa exposição eleva o risco de câncer, danos neurológicos, distúrbios hormonais, entre outros problemas." aponta Luiz Cláudio Meirelles, gerente geral de Toxicologia da Anvisa .


quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

CANSAÇO (Parte 2)

Apneia: O popular ronco destrói a qualidade do sono do indivíduo. Ele é duas vezes mais frequente nos homens do que nas mulheres e, por distinguir pela interrupção da passagem do ar pela garganta, provoca o ruído e despertares breves durante a noite.


Depressão: Vigor abaixo de zero um traço de quem padece desse problema. Apesar de ser uma doença de origem psíquica, a depressão mina a disposição física.

Doença cardíaca: Piripaque no peito também estão na lista dos motivos por trás de uma letargia, arritmia e entupimento de artérias são alguns dos percursores da canseira exacerbada.


Distúrbio da tireoide: Os hormônios tiroidianos são vitais para manter o metabolismo aceso, uma característica comum entre o hipertireoidismo (quando a tireoide trabalha demais) e o hipotireoidismo (situação em que a glândula fica lenta, é a apatia total).

CANSAÇO (Parte 1)

A canseira infindável pode estar atrelada a uma série de problemas  de saúde , conheça os principais :

Diabetes: como principal marca de doença é a dificuldade de o açúcar entrar nas células, seja pela falta de produção de  insulina, seja pela incapacidade desse hormônio de trabalhar, a glicose no sangue se eleva  “A glicemia alta faz o indivíduo urinar mais, emagrecer e perder massa magra. Por isso, é comum diabéticos terem cansaço muscular” .......


Anemia: A escassez de ferro não tem como sinal único a pele pálida.  A fadiga  é uma das características predominantes .