terça-feira, 31 de julho de 2012

Atenção

FUMAR: FAZ MAL PRA VOCÊ,
                FAZ MAL PRO PLANETA.


Prepare-se para a chegada do inverno!

Com o inverno chegando é sempre bom lembrar que algumas medidas simples de prevenção podem deixar sua estação muito saudável. Confira algumas dicas para ter mais saúde no inverno e proteja-se:

  • Mexa-se: no inverno existe a tendência de comer mais, deixar os exercícios de lado. Essas são atitudes que comprometem a sua saúde e devem ser evitadas.
  • Agasalhe-se: manter o corpo bem protegido evita variações bruscas de temperatura e seus efeitos, que podem ser mais graves do que se imagina.
  • Tire: se esfriou, é hora de tirar os casacos e roupas de cama do último inverno do fundo do armário. É justamente aí que mora um perigo constante para os alérgicos.
  • Atente-se: durante o inverno, a casa toda pode se revelar um ninho de substâncias alérgenas. Assim, no inverno a limpeza de casa deve ser diária.
  • Fuja: evite locais fechados e cheios, além de manter sempre uma boa higiene. Usar álcool gel é recomendado.
  • Separe: mantenha as crianças longe da cozinha e de aparelhos como aquecedores, assim se evitam acidentes domésticos, principalmente queimaduras.
  • Hidrate-se: o ar mais seco do inverno retira a umidade natural da pele, fazendo com que ela sofra mais. É preciso hidratar a pele com mais freqüência. Usar cremes e loções hidratantes diariamente. Os banhos devem ser mornos e de, no máximo, sete minutos. Além disso, todos precisam usar sabonetes delicados e jamais esquecer os protetores solares, pois a radiação incide também no inverno.
  • Corra: se a poluição é ruim o ano todo, é no inverno que ela se torna mais intolerável. Fuja dos bolsões de poluição, como grandes avenidas, fábricas e centros comerciais, pelo máximo de tempo possível, sobretudo no começo da manhã e no fim da tarde. Na hora dos exercícios físicos, a indicação é optar pelos parques ou academias, em vez de ruas.
  • Cuide-se: muita água, óculos de sol e inalação contra as irritações! A irritação ocular e das narinas é reclamação freqüente nos consultórios médicos entre junho e setembro.
  • Lembre-se: consulte sempre o seu médico, cuide-se e tenha muito mais saúde neste inverno e sempre!

FONTE: REVISTA DROGASIL
WWW.terrra.com.br.

Dicas nutricionais para gestantes

Aproveite essa fase em que ter barriga é motivo de orgulho. Mas não exagere. Muitas gestantes relaxam e entram na onda do “agora eu posso comer por dois”, o que é uma ilusão. Depois, voltar ao peso inicial vira uma tortura. O ideal é engordar entre 10 a 12 quilos. Fazer as refeições fracionadas é um dos segredos para pouco ganho de peso. E o acompanhamento pré-natal com um especialista é fundamental para garantir a saúde de vocês dois.

O QUE NÃO PODE FALTAR NA DIETA

A alimentação tem um papel fundamental na gravidez. Mas que pensa que comer bem é sinônimo de comer muito, está enganado. Para garantir a saúde da mamãe e do bebê, é imprescindível consumir alguns nutrientes:

ÁCIDO FÓLICO: atua na formação do tubo neural do bebê. Fontes: miúdos, verduras verde-escuras (brócolis, espinafre, couve), feijão branco e legumes.

CÁLCIO: importante para a formação dos ossos do bebê e ajuda na manutenção da estrutura óssea da gestante. Fontes: leite, iogurte, queijo cottage, ricota, couve, semente de girassol e de linhaça, gergelim.

VITAMINA D: auxilia no aproveitamento do cálcio pelo organismo. Fontes: leite, fígado, atum, salmão, sardinha.

FERRO: previne a anemia. Fontes: carnes vermelhas, miúdos, fígado, verduras verde-escuras, gema de ovo, frutas secas.

VITAMINA C: auxilia na absorção do ferro: Fontes; frutas cítricas (laranja, limão, acerola, maracujá) e vegetais folhosos.

LÍQUIDOS: fundamental para o funcionamento adequado do organismo. Beba de 2 a 3 litros por dia, principalmente água.

FIBRAS: evita que o intestino fique mais lento, o que ocorre com freqüência nas gestantes. Fontes: alimentos integrais (arroz, massa, pão, cereais), verduras e legumes crus e frutas com casca e bagaço.

DICAS PARA UMA ALIMENTAÇÃO SEM EXAGEROS

EVITE: carnes cruas, gema de ovo malcozida, café, álcool, adoçantes com aspartame, ciclamato e sacarose (pode-se consumir os mais naturais como frutose ou estévia), chás mate ou preto, refrigerantes à base de cola, sal e doces em excesso.

PARA OS ENJOÔS: para amenizar tal desconforto, típico das primeiras 12 semanas devido à alteração hormonal, vale a pena recorrer a alimentos gelados e ácidos, como limonada ou abacaxi.

AUMENTO DO APETITE: muitas gestantes reclamam de fome. Na maioria das vezes, isso deve ao aumento de ansiedade ou ao desequilíbrio de nutrientes. Procure uma orientação médica para adequar a alimentação e faça atividades relaxantes.

Porque engordar demais não é bom? O aumento excessivo de peso está diretamente relacionado ao risco de desenvolvimento de diabetes gestacional e hipertensão arterial. Nos dois casos, a gestante corre o risco de parto prematuro. Além disso, quem engorda demais tem muita dificuldade de voltar ao peso anterior à gestação.

Sem autor

País ganha regras para preservar órgãos

FORAM LANÇADAS, PELA PRIMEIRA VEZ NO PAÍS, DIRETRIZES PARA A MANUTENÇÃO ADEQUADA DE ÓRGÃOS DE POTENCIAIS DOADORES MORTOS.
O OBJETIVO DA CARTILHA É UNIFORMIZAR OS CUIDADOS PARA AUMENTAR A QUALIDADE E A QUANTIDADE DE TRANSPLANTES DE ÓRGÃOS E DIMINUIR AS PERDAS DA PRESERVAÇÃO INCORRETA DOS DOADORES DURANTE A ESPERA PELA RETIRADA DOS ÓRGÃOS.
AS DIRETRIZES FORAM ELABORADAS PELA AMIB (ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE MEDICINA INTENSIVA) EM PARCERIA COM A ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE TRANSPLANTES.
A CARTILHA SERÁ DISTRIBUÍDA PARA CERCA DE 80 MIL PROFISSIONAIS QUE TRABALHAM EM UNIDADES DE TERAPIA INTENSIVA DO PAÍS.

FONTE: JORNAL FOLHA DE S.PAULO

Doação de órgãos

ENTENDA A DOAÇÃO DE ÓRGÃOS
MÉDICOS PRECISAM MANTER FUNÇÕES DO CORPO DO DOADOR

1 VIDA OU MORTE
A doação pode ser feita em vida (um dos rins, por exemplo) ou após a morte.
Nesse caso, é preciso constatar a morte cerebral, e a família deve autorizar a doação.

2 CONFIRMAÇÃO
A morte precisa ser confirmada por dois especialistas e por exames. Ela é determinada quando há perda irreversível das funções cerebrais que matem a vida.

3 MANUTENÇÃO
O corpo do potencial doador é mantido em um respirador. Podem ser usados remédios para ajudar na manutenção das funções do organismo.

4 CAPTAÇÃO
Os dados do paciente são enviados para a central de transplantes. Um receptor é escolhido, e uma equipe capta os órgãos do doador.

OBSERVAÇÃO: A morte encefálica pode ser causada por:
Lesão no cérebro após traumatismo craniano
Tumor intracraniano
Derrame cerebral

MAIORES CAUSAS PARA QUE A DOAÇÃO NÃO SEJA EFETIVADA

Não autorização familiar
Perda dos órgãos no processo de manutenção
Contra-indicação médica (infecções, por exemplo)
Morte encefálica não confirmada
Infraestrutura inadequada

FONTES: ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE TRANSPLANTE DE ÓRGÃOS E ASSOCIAÇÃO DE MEDICINA INTENSIVA BRASILEIRA.

Para emagrecer sem riscos

MENOS SAL E AÇÚCAR

“Enquanto o açúcar é cheio de calorias, o sódio contribui para a retenção de líquidos, deixando o corpo inchado”, explica Márcio Atalla, educador físico e nutricionista de São Paulo. E pior: ambos são utilizados no prato em demasia pelos brasileiros.

MAIS FIBRA

Presente em cereais, legumes e frutas, ela combate a obesidade pro promover a sensação de estômago cheio, o que evita excessos à mesa. Como se isso fosse pouco, o nutriente impede que parte da gordura de outros alimentos seja absorvida pelo organismo.

MANEIRE NA GORDURA

O problema está principalmente na saturada, tipo consumido, em média, 92% a mais do que deveria dentro do nosso país. É que, além de estar lotada de calorias, essa versão deixa o apetite cada vez mais voraz ao longo do tempo.

H2O AOS MONTES

Acredite se quiser, há pesquisas ligando uma hidratação adequada à boa forma.
“A reação de queima de gordura dentro do organismo exige água”, esclarece Atalla.
Sem contar que um ataque cheio garante resistência para agüentar exercícios longos e que obviamente secam mais a barriga.

FONTE: REVISTA SAÚDE


Cárie

ACREDITE, ELA PODE COLOCAR ATÉ SEU CORAÇÃO SOB RISCO

A ORIGEM DO BURACO

Tudo tem início quando a saliva não realiza uma de suas funções primordiais, que é ajudar a manter o ph da boca estável e, com isso, o esmalte, uma espécie de escudo da dentição, intacto.
Fatores como má alimentação e falta de higiene impedem que esse detergente natural equilibre o ph, abrindo alas para a acidez. Ela contribui para a explosão demográfica de bactérias que vivem ali sossegadas e são responsáveis por converter o açúcar dos alimentos em mais e mais ácidos. E esse círculo causa estragos.
Para afastar o risco de cárie e doenças periodontais, escovar os dentes corretamente é importante, mas a limpeza profissional também não deve ser desprezada.

LIMPEZA CERTEIRA

VAI E VEM CORRETO

A maneira mais eficaz de fazer o acessório trabalhar direito é movimentá-lo no sentido oposto ao da gengiva. Sempre.

DE PAR EM PAR

Na hora de empunhar a escova, encare os dentes de dois em dois.Assim, o tempo investido na higiene tende a ser maior.

NÃO SE ESQUEÇA DA LÍNGUA

O ideal é utilizar um limpador especial, porque as bactérias grudam nela também. Na falta dele, a escova cumpre bem esse papel.

Uma gengiva inflamada, ou uma cárie que já atingiu a raiz do dente, libera no corpo uma porção de substâncias inflamatórias.
A inflamação pode dificultar o fluxo de sangue até que ele pare totalmente, ao gerar coágulos ou placas que tampam 100% da passagem. É esse acidente de trânsito que deflagra infartos e derrames.

O elo entre saúde bucal e doenças cardiovasculares é tão relevante que desde 1977 existe no Incor uma divisão especialmente focada em tratar problemas na cavidade oral em pacientes cardíacos. A preocupação é justamente evitar o risco de endocardite, infecção grave com índice considerável de mortalidade.
Mesmo quem tem o peito batendo no ritmo certo não deve fugir da cadeira do dentista.
Apenas esse profissional consegue retirar todo o tártaro, placa bacteriana que enrijece após 48 horas sem remoção, e realizar o polimento, que evita por um bom tempo e adesão de novas placas.
Com a higiene em dia, é possível eliminar o perigo na boca e no coração.

FONTE: REVISTA SAÚDE É VITAL

O alimento e sua ação

ABÓBORA E CENOURA
Ricas em antioxidantes que diminuem o risco de câncer e de doenças cardiovasculares.

ALHO E CEBOLA
Previnem hipertensão e têm propriedades antimicrobianas.

ANIS-ESTRELADO
Expectorante natural com ação na garganta e no pulmão.

AZEITE
Aumenta o colesterol bom, tem função antioxidante e previne doenças do coração.

BETERRABA
Rica em ferro ajuda a manter os níveis do nutriente.

CURRY
Tem propriedades antiinflamatórias e termogênicas (acelera o metabolismo).

ERVAS  FRESCAS
Tem efeito desintoxicante, ação antiviral e bactericida.

FARELO DE AVEIA
Rico em fibras que ajudam no funcionamento do intestino e na redução do colesterol.

GENGIBRE
Acelera o metabolismo e tem função antiinflamatória

IOGURTE
Ajuda no funcionamento do intestino

MEL
Tem ação antibacteriana, antiviral e antioxidante.

PIMENTA
Acelera o metabolismo e melhora a circulação do sangue.

FONTE: SUPLEMENTO EQUILÍBRIO DO JORNAL FOLHA DE SÃO PAULO


terça-feira, 3 de julho de 2012

Bom começo de mês!

NUNCA ABANDONE A ESPERANÇA

SEJA VOCÊ MESMO

FAÇA O MÁXIMO A CADA DIA E COMEMORE TUDO O QUE VOCÊ É



Sopas funcionais


Nem todos os vegetais precisam ser ingeridos “in natura”.
É o caso do tomate e da abóbora, duas fontes de licopeno (antioxidante).
O calor libera os fitoquímicos durante o cozimento.
Para outros legumes, como cenoura e couve-flor, a dica é cozinhar no vapor antes de utilizá-los no preparo.

BETERRABA COM IOGURTE
FUNÇÃO – PRÓ-IMUNIDADE
RENDE
5 PORÇÕES
230 CALORIAS/PORÇÃO

INGREDIENTES

- 6 beterrabas
- 1/3 de xícara de azeite
- 1 litro de caldo de carne
- 1 pitada de cominho, curry, cúrcuma e gengibre ralado
- 150 ml de mel
- sal marinho a gosto
- 5 grãos de cominho, coentro e cardamomo
- 2 anis-estrelados
- ½ limão
- ½ xícara de iogurte natural
- pimenta vermelha a gosto

PREPARO
Cozinhe as beterrabas no vapor e corte em cubos. Refogue com a metade do azeite e adicione o caldo de carne fervente. Coloque as especiarias em grãos e o anis-estrelado. Quando cozinhar, bata no liquidificador com mel, azeite, sal, iogurte, pimenta e especiarias em pó.Passe por uma peneira. Misture com limão e sal.

BATATA COM ERVAS
FUNÇÃO – REVITALIZANTE
RENDE 4 PORÇÕES
30 CALORIAS/PORÇÃO

INGREDIENTES

- 2 batatas ou inhames
- 1 nabo com folhas
- 2 talos e folhas de salsão
- ½ maço de salsinha
- ½ maço de coentro
- 3 colheres de sopa de alga kombu picada
- 1 bardana (gobo)
- 3 bulbos com folhas de alho-poró
- 2 cebolas picadas com casca
- 2 dentes de alho com casca
- ½ colher de missô
- azeite a gosto


PREPARO
Coloque todos os ingredientes picados em uma panela com 2 litros de água. Cozinhe até reduzir pela metade. Sirva com um fio de azeite e, se quiser, acrescente o missô para temperar.

ABÓBORA COM GENGIBRE
FUNÇÃOAINTIOXIDANTE
RENDE
4 PORÇÕES
286 CALORIAS/PORÇÃO

INGREDIENTES

- 1 colher (sopa) de azeite
- ½ cebola picada
- 2 dentes de alho
- 1 colher (café) de gengibre picado
- 1 colher (chá) de alecrim seco
- ½ kg de abóbora sem casca, em pedaços
- ½ litro de caldo de frango
- 1 litro de água
- sal e cheiro-verde picado

PREPARO
Cozinhe a abóbora no vapor e bata com pouca água. Aqueça o azeite e refogue a cebola e o alho.
Junte o gengibre e refogue por mais 2 minutos. Coloque o creme de abóbora e mexa bem. Acrescente o caldo de frango, a água e o sal. Cozinhe por mais alguns minutos. Polvilhe alecrim e cheiro-verde.

FONTE: JORNAL EQUILÍBRIO FOLHA DE SÃO PAULO

Seu cérebro quer água

Ficar só um pouco desidratado já compromete o trabalho dos neurônios e causa até irritação

Novo estudo da Universidade de Connecticut, nos Estados Unidos, aponta um motivo inusitado para bebermos bastante líquido ao longo do dia, e especialmente quando estamos lendo, estudando, escrevendo...

Após acompanhar 51 voluntários submetidos a testes de atenção e lógica, os cientistas descobriram que mesmo uma desidratação leve – aquela que muitas vezes surge antes de a sede dar as caras – já atrapalha o raciocínio.

Mais do que isso, o humor piora com a falta de H20 no organismo.

“Todas as células do corpo precisam de água para funcionar, e as neuronais não são exceção”, explica o fisiologista e autor da pesquisa, Lawrence Armstrong.

“Sem hidratação adequada, as informações e os sentimentos acabam sendo processados de um jeito impróprio pela massa cinzenta”, conclui.

FONTE: REVISTA SAÚDE É VITAL



Atividade física


AS SETE DESCULPAS MAIS COMUNS PARA NÃO SE EXERCITAR

Lembre-se que essa escolha está sempre nas mãos do indivíduo.
Tais escolhas podem ser dribladas.

“Estou sem tempo”
Basta um pouco de planejamento.

“Não tenho dinheiro”
Caminhada e corrida são grandes aliadas da saúde, e ambas quase não pesam no bolso.

“Estou muito velho”
Suar a camisa deixa os ossos e músculos vigorosos e dá independência ao idoso.

“Não quero malhar sozinho”
Hoje existem grupos em que você se inscreve e pedala ou corre com um monte de gente.

“Sofro com uma doença”
Exige cuidado e acompanhamento médico, mas ajuda na recuperação de infarto, câncer e depressão.

“Odeio exercícios” ou “tenho preguiça”
Não desistir pois o corpo quando colocado para trabalhar, produz substâncias que trazem bem-estar.

“Morro de medo de lesões”
Com orientação há como prevenir contusões.
Exercícios fortalecem a musculatura e melhoram o equilíbrio.

FONTE: REVISTA SAÚDE É VITAL

Terapia polêmica usa vitamina D em doses altas contra esclerose


Tratamento é considerado alternativo pela maioria dos médicos, mas já e prescrito por neurologista de SP.

Este mal é autoimune, causado pelo ataque ao revestimento dos neurônios pelo sistema imunológico da própria pessoa.

HORMÔNIO

Produzida pelo corpo quando a pele fica exposta ao sol, a vitamina D na verdade é um hormônio, apesar de manter o nome consagrado.
É consenso há muito tempo que ela tem papel importante na mineralização dos ossos.
Segundo o neurologista Cícero Galli Coimbra da Unifesp ( Universidade Federal de São Paulo), a suplementação com o hormônio vem sendo testada desde os anos 1980 para reduzir os surtos de esclerose, períodos em que a doença pode deixar seqüelas. Para ele, já há evidência suficiente de que as pessoas com moléstia têm deficiência da vitamina.
Desde 2003 até hoje, diz Coimbra, quase 900 pacientes com esclerose múltipla forma tratados.
A maioria usa de 30 mil a 70 mil UI de vitamina D ao dia, mas alguns tomam 200 mil.
A dose ideal para a suplementação ainda é motivo de debate, pois conforme Coimbra “as pessoas com esclerose têm uma resistência genética à vitamina e precisam de doses altas”.
Os pacientes dele, também seguem uma dieta sem laticínios e fazem exames periódicos para controlar os níveis de cálcio na urina e no sangue. A vitamina D tem relação com o cálcio, e as doses altas podem causar cálculos renais.


‘SEM PROVAS’

Coimbra diz que não concorda com a realização de estudos controlados em que parte dos pacientes receba a vitamina e parte, placebo.
Também diz que, a relutância dos médicos em aceitar o tratamento vem dos conflitos de interesse com as farmacêuticas.
“Há um interesse fabuloso no tratamento tradicional, que custa até $11 mil por pacientes por mês, diz ele.


Por Débora Mismetti
Editora-assistente de “Ciência+Saúde

FONTE: JORNAL EQUILÍBRIO
FOLHA DE SÃO PAULO

Com febre não se brinca


FEBRE – UM MAL NECESSÁRIO

A febre nada mais é que um alarme. Este alarme é dado através do aumento da temperatura do corpo.
Sua finalidade é avisar que o organismo não está funcionando normalmente, devido a um problema interno ou provocado por agente agressor externo.

Existem vários sinais indicativos de febre, mas somente podemos aferir sua intensidade com um termômetro clínico.
Toda vez que a marca de mercúrio ultrapassar a marca dos 37,5°C, que é considerada a temperatura normal axilar, a pessoa apresentará febre.

PRINCIPAIS CAUSAS DA FEBRE

Em recém-nascidos e crianças

  • Desidratação, por diminuição de ingestão de quantidades suficientes de líquidos ou aumento da perda.
  • Ambientes quentes e abafados
  • Infecções no ouvido, gripe, resfriado, viroses
  • Reação do organismo às vacinas
  • Amigdalites, faringites, bronquites, pneumonias e outras infecções bacterianas ou virais
  • Sarampo, rubéola, catapora, caxumba ou outras viroses próprias da infância.
  • Infecções na urina
  • Diarréia infecciosa e outras.

No adulto

Também no adulto são diversas as causas da febre, porém a infecção é a principal.

Algumas das infecções mais comuns:

  • Amigdalites, faringites
  • Gripes e resfriados e outras infecções respiratórias
  • Infecções dentárias
  • Infecções geniturinárias e outras

SINAIS QUE INDICAM FEBRE

Caso o organismo apresente alguns dos sintomas abaixo, é provável que esteja febril:
Pele avermelhada e quente ou mesmo pálida.
Suor excessivo.
Tremores e/ou calafrios.
Respiração lenta ou muito rápida.

Antes de tomar providências com base apenas nestes sinais, é necessário saber qual a temperatura do organismo, usando-se o termômetro, e sempre procurar descobrir qual a causa.

EM CASO DE DÚVIDA, PROCURE SEU MÉDICO.

CUIDADOS QUE AJUDAM A BAIXAR A FEBRE
Existem algumas medidas que podem ser tomadas antes de se administrar um medicamento antitérmico.
Estas medidas visam principalmente dissipar o calor do corpo.

  • Um banho de água morna a 37° C, durante 20 minutos, ajuda bastante.
  • Principalmente se a febre estiver acima de 38° C.

Depois do banho, não enxugue a água; deixe que ela se evapore da pele. Faça isso longe de correntes de ar:

ATENÇÃO:
NUNCA UTILIZE ÁLCOOL OU ÁGUA GELADA.

  • Mantenha a criança ou adulto deitados. Com o organismo em repouso, a sensação de fadiga é bem menor.
  • Evite roupas quentes ou muito fechadas. Use crianças, vista-lhes com apenas uma fralda ou uma camiseta.
  • Evite cobrir a pessoa febril com cobertores ou cobertas muito pesadas. No máximo use um lençol. Quanto menos coberta, mais rápido a temperatura diminui.
  • Mantenha o quarto sempre bem arejado
  • Água fresca e suco de frutas ajudam a hidratar o corpo, que perde líquido pelo excesso de suor.
  • Meça a temperatura a cada 30 minutos. Se a febre não ceder e a temperatura continuar aumentando, chame um médico.

Lembre-se sempre: mesmo que a febre cesse com essas medidas, é necessário saber sua causa. Em caso de dúvida, procure um médico.

FONTE: FOLDER AVENTIS PHARMA.

Osteoporose

A osteoporose é uma doença que enfraquece os ossos do nosso corpo deixando-os mais propensos a se quebrarem facilmente.

A osteoporose poderá atingir a todos, pois, com o passar do tempo vamos envelhecendo, e se não nos prevenirmos, aumentará consideravelmente o risco de fraturas em indivíduos idosos.
A osteoporose é responsável por grande quantidade de hospitalizações e complicações que podem levar à morte.

AUMENTAM AS CHANCES DE OSTEOPOROSE SE:
  • Familiares ascendentes tiveram osteoporose
  • Está na idade da menopausa
  • Fuma ou ingere bebida alcoólica
  • Toma café em excesso ou bebidas à base de cafeína
  • Ingere pouco cálcio, proteínas e fibras
  • A estrutura corporal já é frágil
  • Não se exercita periodicamente
  • A imobilização e inatividade prolongadas

SINTOMAS

A formação dos ossos pode ser comparada à escalada de uma montanha. Quando estamos subindo, os nossos ossos estão sendo formados e ficando cada vez mais fortes e isto ocorre até os 35 anos de idade, mais ou menos.
A partir dessa idade começamos a descer a montanha. Dia a dia, os nossos ossos vão perdendo um pouquinho da sua estrutura, podendo levar anos para ser notada, com seus sintomas aparecendo entre os 50 e 70 anos, surgindo inesperadamente uma fratura.

É IMPORTANTE PREVENIR

A osteoporose afeta tanto homens como mulheres à medida que envelhecem, porém, as mulheres estão mais propensas a desenvolver a doença devido a alterações hormonais, que aceleram o enfraquecimento ósseo.

Por isso, é importante prevenir a perda óssea que tende a iniciar após os 35 anos de idade sendo essa perda mais acentuada na menopausa.

Portanto não deixe de consultar o seu médico, pois somente ele poderá orientar como se prevenir da osteoporose.

SE VOCÊ ESTÁ COM OSTEOPOROSE

Existem diversas formas para retardar a progressão da osteoporose e evitando o enfraquecimento dos ossos.
Só o seu médico poderá lhe informar sobre os produtos disponíveis.
Procure-o.

FONTE: FOLDER SOCIEDADE BRASILEIRA DE OSTEOPOROSE/ASTA MÈDICA









Atente agora para o que é depressão.


Não ignore esse assunto.

O QUE É?

Muitas vezes nos deparamos com situações que nos deixam tristes, abatidos. Só que, na maioria das vezes, o próprio tempo se encarrega de nos livrar dessa melancolia.
Mas muitas pessoas não conseguem se livrar desse mal. Vivem abatidas, sem coragem para enfrentar o mundo. Ficam desiludidas, nada consegue mudar seus humores.
É a depressão, uma doença que precisa ser tratada.

É GRAVE?

A depressão é muito grave, afetando milhões de pessoas por ano.
Há uma diminuição enorme da auto-estima, do otimismo e da vontade de viver.
A pessoa sente um sufoco interno que acaba gerando distúrbios comportamentais.
Também sente um sofrimento indescritível.

QUAIS OS SINTOMAS?

  • Sensação de vazio
  • Tristeza, angústia
  • Ansiedade, agitação
  • Indisposição
  • Distúrbios do sono
  • Problemas de apetite
  • Choro freqüente
  • Perda de interesse e prazer nas atividades diárias
  • Irritação
  • Pensamentos de morte ou suicídio
  • Sensação de culpa, inferioridade, incapacidade
  • Redução da capacidade de concentração.

O QUE CAUSA?

Não existe um fator isolado. Pode ser conseqüência de uma perda muito grande, dificuldades financeiras, problemas no trabalho, várias desilusões ou até mesmo um medo inconsciente.
Está associada à dificuldade de lidar com o estresse, baixa auto-estima e pessimismo exagerado.
A depressão também pode ser hereditária.

COMO É O TRATAMENTO?

A cura é certa na maioria dos casos. Para isso, são utilizados tratamentos psicológicos, medicamentos ou uma combinação das duas coisas, cuja finalidade é aliviar o sofrimento causado pela depressão.
Mas, em qualquer caso, é essencial procurar a ajuda de um médico, pois somente ele pode indicar o tratamento adequado, de acordo com cada paciente.
Quanto aos resultados, esses poderão ser notados de forma gradativa.

O QUE PODE AJUDAR?

É muito importante que a pessoa sinta-se útil. O que ela mais precisa nesse momento é criar uma certa autonomia.
Esportes, hobbies ou qualquer atividade que faça com que a pessoa se movimente podem ajudar muito.
Nesse aspecto, amigos são sempre bem-vindos.
Mande a tristeza embora!

FONTE: FOLDER UNIMED

Chá no inverno

Com a chegada do Inverno, nós optamos por bebidas mais quentes, não é mesmo!
E opções não faltam: Vinho, chocolate quente, café, quentão, chá, entre outros.
Mas a bebida que  mais traz benefícios e não engorda tanto, é o famoso e super conhecido CHÁ.
Além do chá não ter contra-indicações, ele é super rápido que der ser preparado e o que procuramos no inverno é praticidade.


-E hoje quero apresentar a vocês o chá por suas cores:
* Chá Verde - Esse chá é rico em substâncias antioxidantes,  ajuda a diminuir a taxa do colesterol ruim (LDL), é diurético e auxilia na prevenção de doenças cardíacas e circulatórias, reduz também o risco de artrose e aterosclerose.

* Chá Branco - Esse chá também  possui propriedades antioxidantes. Ajuda a neutralizar os radicias livres, impedindo envelhecimento das células, acelera o metabolismo estimulando a queima de gorduras, se tomado de forma correta ajuda a controlar a pressão arterial.

* Chá Preto - Esse tipo é estimulante e digestivo, pois contém mais cafeína que outros tipos de chá, se tomar uma xícara após o almoço pode as queimar as gorduras ingeridas na refeição, ajudando a prevenir problemas cardíacos.

* Chá Vermelho - Traz substâncias que auxiliam no emagrecimento, pois acelera o metabolismo, auxilia na redução do colesterol, é depurativo, antidepressivo e desintoxicante.

Você sabe a diferença entre estresse e depressão?


LEIA ATENTAMENTE:

O QUE CAUSA?
Trabalho em excesso, viagens, perdas, estudos, pressões, fracassos, sucesso. Sucesso? Isso mesmo. Até mesmo uma felicidade em excesso pode causar o estresse.

Isso não quer dizer que você não pode ser feliz.
Muito pelo contrário. Alguns especialistas asseguram que, em pequenas doses, o estresse não faz mal.
É até necessário para nos dar um impulso, uma motivação extra.

Seus efeitos nocivos estão muito mais relacionados às experiências desagradáveis. E quanto mais prolongadas forem essas situações, maiores serão as probabilidades de aparecerem as conseqüências negativas do estresse.

E O ORGANISMO?

Para nosso organismo, o estresse é uma situação de perigo. Então o que ele faz? Arma-se.

Lança no sangue uma série de hormônios, como a adrenalina e o cortisol. Só que chega uma hora em que o organismo fica debilitado.

Então surgem as primeiras conseqüências do estresse: distúrbios intestinais, queda de cabelo, dores de cabeça, irritabilidade, dores musculares e aumento da pressão arterial.

QUAIS AS CONSEQUÊNCIAS?

  • Hipertensão
  • Úlcera
  • Queda da resistência do organismo
  • Dores lombares
  • Crises de ansiedades e depressão
  • Riscos cardíacos
  • Problemas digestivos
  • Disfunções reprodutivas, sexuais e muito mais.

COMO EVITAR?

Cuide-se! Como é praticamente impossível deixar de lado todos os nossos compromissos, aqui estão algumas dicas que podem ajudar a melhorar nossa qualidade de vida:

  • Tenha consciência de todos os seus valores, objetivos e capacidades.
  • Evite aborrecimentos e brigas inúteis.
  • Às vezes é necessário saber dizer “não”. Imponha alguns limites em sua rotina.
  • Tente reorganizar seu tempo.
  • Tenha uma alimentação saudável.
  • Valorize as pequenas vitórias.
  • Não deixe de lado seus relacionamentos.
  • Evite cigarros e bebidas alcoólicas.
  • Pratique exercícios regularmente.
  • Procure cumprir às oito horas de sono recomendadas.
  • Férias uma vez por ano também ajudam.
  • E lembre-se: lazer é fundamental, por isso divirta-se!

FONTE : FOLDER UNIMED