segunda-feira, 18 de março de 2013

Temperos e suas funções.

Um guia de ervas e especiarias para realçar o sabor dos pratos e agregar valor nutritivo às refeições.
As especiarias foram consideradas bens de consumo valiosos durante os séculos. Além de conferirem sabor e aroma aos pratos, são ricas em antioxidantes e tem propriedades antiinflamatórios, antivirais e antibacterianas. Quando consumidas regularmente , previnem e tratam diversos males. Aprenda a realçar o sabor e aumentar o valor nutricional da comida com temperos naturais:
Alecrim – rico em acido rosmarínico, um poderoso antioxidante. Seu uns diminui a produção de gases, distensão abdominal e cólica. Aumenta o fluxo de sangue para o cérebro, melhorando a memória. É estimulante e reduz e fadiga. De sabor acentuado, pode se adicionado aos molhos, sopas, pães, legumes, proteína de soja, pratos à base de carnes, vês e peixes.
Canela – ajuda na melhora da ação da insulina, na prevenção e no controle do diabetes. É antiinflamatório,antimicrobiano,antioxidante. Em pedaços, aromatiza caldas e doces em compotas. Em pó, é usada no preparo de bolos, biscoitos, doces, pães, tortas e frutas  assadas.
Cúrcuma – tem ação antioxidante, anticancer, anticoagulante e antiinflamatório. Auxilia na dissolução de cálculos renais e no controle do diabetes.Combina com arroz integral, lentilha, risotos, peixes, frangos,caldos, molhos de tomate e massas.Para melhorar a absorção de sua principal substancia ativa, a curcumina, combine-a com a pimenta –do - reino. A piperina da pimenta otimiza sua absorção.
Gengibre – estimula o trato gastrointestinal, diminuindo a produção de gases, enjôos e cólicas. Em pequenas quantidades , melhora a produção das enzimas digestiva, desempenha ação analgésica e antiinflamatória.Adicione gengibre fresco ralado às sopas e molhos e o gengibre em pó aos sucos e receitas de biscoitos e bolos.
Pimenta – seu ingrediente ativo, a capsaicina, aumenta a circulação, combate infecções, melhora a digestão e previne do câncer.Possui efeito termogênico, atuando  como coadjuvante no emagrecimento, além de ser um analgésico natural.De sabor e picante, cai bem em qualquer preto doce ou salgado.
Orégano – é antibacteriano, antifúngico, analgésico e sedativo. Tem excelente ação bactericida contra as bactérias encontradas no quadro de disbiose intestinal. Auxilia no tratamento  de gripe e resfriados, no controle de micoses e em outros problemas relacionados a fungos.Fica ótimo em saladas, molhos, pizzas e pratos que levem tomates e legumes.
Manjericão – possui propriedades antiinflamatório, digestiva e anticéptica. Ajuda no controle às infecções do trato respiratório. Muito usado para o preparo de molhos pesto e tomate.Combina com aves, peixes, carnes e sopas.
Tomilho – desempenha ação antisseptica, protegendo o corpo de bactérias.Ajuda a prevenir inflamações no trato digestivo, é cicatrizante e vermífugo. Versátil, pode ser utilizado em praticamente qualquer receita, mesmo combinado com outros temperos, como o louro e a salsa.
Sálvia – contem substancia antioxidantes e ajuda na melhora da memória. O seu sabor levemente apimentado combina com vegetais, frutas, molhos com queijos, carnes, aves e peixes.
A dica é adicionar as especiarias só no final  da preparação dos pratos, para que seus princípios ativos e nutrientes sejam mantidos.Agora que você já sabe que esses condimentos são ricos em substancias benéficas ao organismo, abuse dos temperos naturais.

Fonte: Bruna Murta
             Nutricionista da Rede Mundo Verde.

Queda de Pressão exige cuidados especiais.

Receitas caseiras,como por exemplo, colocar sal sob a língua pode ser perigoso a Saúde.
Com a aproximação de dias quentes e abafados é comum as pessoas sentirem-se mal e até desmaiar.  Isso se deve a hipotensão, ou  seja  pressão baixa – força que o fluxo sanguíneo exerce nas paredes das artérias. “O calor causa dilatação dos vasos sanguíneos, o que abaixa a pressão, e pode também causar certo grau de desidratação, contribuindo para uma indisposição ainda maior”, Explica a cardiologista do Hospital Nossa Senhora das Graças Débora Fontoura Nunes.
Algumas atitudes simples podem resolver o incomodo que a hipotensão causa. “Ao sentir que a pressão arterial caiu, a pessoa deve se deitar e elevar as pernas”, ensina  a Dra. Débora. Embora a pressão baixa não seja uma doença, pode acarretar outros transtornos. “ Quando há diminuição do fluxo sanguíneo, o cérebro pode sofrer uma carência de sangue, ocasionando o desmaio”,alerta a médica. Se o nível de pressão baixar pode se agravar e levar a um choque e até mesmo a morte.
De acordo com a Dra. Débora, é necessário ficar atento e não  realizar receitinhas caseiras, pois podem sem mais perigosas para a saúde. “Algo muito comum é colocar sal sob a língua. Isso não funciona, é um mito! O sal ajuda no controle no longo prazo da pressão arterial e não em poucos minutos. Recomenda-se que as pessoas utilizem o sal com moderação”,orienta a médica.
A pressão baixa tem solução muito simples e podem ser suficientes para a normalização da pressão, entre elas: mudança de hábitos alimentares  somados a atividades físicas e perda de peso.”Dieta saudável, com muitas frutas e verduras e baixo consumo de sal,controle rigoroso de peso, atividade física regular e suspensão  do tabagismo são fatores importantes que colaboram para o controle ou até mesmo para o  não surgimento da doença.
A pressão baixa e mais comum em  jovens , com tendência a normalização dos níveis na idade adulta.Entretanto, n maioria das vezes é necessário o uso  de medicamentos.” O problema só deve ser motivo de tratamento com medicamentos quando provoca desmaios ou em casos muito freqüente de tontura, que piorem a qualidade de vida”, enfatiza a especialista.
Segundo a Cardiologista, a pressão considerada normal, tanto em homens quanto em  mulheres, não deve ultrapassar 135/85mmHg. “Os níveis inferiores dependem dos sintomas do paciente. Aqueles que apresentam pressão  arterial de 90/60mmHg (considera baixa)mas, que tenham sintomas, não precisam tomar nenhuma providencia”, afirma.Ao contrario, aponta a médica , a pressão alta é uma doença crônica e que precisa de um tratamento permanente.

Qualidade de vida é a conquista e a mulher moderna mais deseja, diz médico do Hospital e Maternidade Dr.Cristovão da Gama.

Lideres incontestes, as mulheres agora precisam lutar por uma vida mais equilibrada e feliz.
Fevereiro 2013 – Após  conquistar espaço no mercado de trabalho,a qualidade de vida parece ser a grande busca da mulher atual, homenageada no próximo dia 08, sexta-feira.Isto porque , as evidentes conquistas que obteve por décadas de luta, trouxeram, além da vitoria, a sobrecarga de deveres que ainda desafiam sua capacidade de equacionar tantas tarefas num mesmo dia. A mulher ampliou seu status de liderança como mãe, esposa e profissional e,por natureza, sempre o máximo em resultado em todos estes papeis.
Outro dado relevante da atualidade, segundo o IBGE, é que a expectativa de vida da mulher aumentou 3,4 anos na ultima década, chegando a 77,7 anos.Por ISS, o ginecologista, Salomon Katz, do Hospital e Maternidade Dr. Cristovão da Gama (HMCG), em Santo André, é enfático em afirmar que diante desta nova realidade da rotina feminina, novos hábitos são essenciais para garantir a vida e vigor para realizar seus afazeres.
“Esta longevidade deve ser aproveitada e para isso a mulher precisa se preparar de forma preventiva, especialmente com a pratica regular de exercícios físicos, com a adoção de uma alimentação equilibrada que atende as necessidades de vitaminas essenciais para a saúde feminina, sobretudo,com o estilo de vida que priorize atividades no  tempo livre que ela goste de fazer, para que os níveis de estresse possam ser controlados”, diz especialista.
Segundo o ginecologista um dos fatores do aumento de expectativa de vida da mulher é o uso da medicina preventiva,que cresceu embora muito ainda precise ser feito.”Para aproveitar os anos a mais vida,as mulheres precisam começar cedo com bons hábitos e, claro, procurar sempre acompanhamento medico para diagnósticos precoces”, afirma o especialista.
Para o doutor Katz, é sempre importante a  realização de campanhas que alentem as mulheres sobre a necessidade de procurar um especialista uma vez por ano para realização dos exames ginecológicos de rotina, a exemplo da mamografia, ultrassonografia e do Papanicolau. Diagnósticos precoce podem evitar graves doenças causadas na mulheres e que ainda preocupam a medicina, como o câncer de mama, segundo tipo mais freqüente no mundo e mais comum entre as mulheres, respondendo com 22% dos novos casos a cada ano, segundo o INCA -  Instituto Nacional do Câncer. Somente na Rede Feminina de Combate ao Câncer de São Caetano do Sul, são atendidas mensalmente cerca de 50 mulheres que sofrem com a doença, de acordo com Lúcia Oliveira Leite, diretora de captação de recursos da entidade.
Além da hereditariedade, diversas formas de câncer podem ser desenvolvidas a partir do estilo de vida da mulher, especialmente naquelas que cultivam rotina de muito estresse e sobrecarga de responsabilidades, com busca constante de perfeição. A alimentação desregrada e rica em gorduras trans, entre outros aditivos químicos, também são  fortes de estímulos para geração de doenças. Portanto, a dica do Doutor Katz é para que as mulheres busquem equilibrar o dia a dia realizando as obrigações pessoais e profissionais, com um bom tanto de atividades que também  gerem descontração física e mental. Isto certamente permitira à mulher muitos anos de novas conquistas!!!!!

Barriga de Chope pode causar Osteoporose.

Estudo mostra que ele afeta o esqueleto do homem.
 O trabalho foi coordenado por Miriam Bredelle ,radiologista do Hospital de Massachusetts, nos Estados Unidos.Ela empregou uma técnica camada analise elementar finita,usada na engenharia para determinar a resistência de materiais, com o objetivo de avaliar o risco de fraturas em dois grupos de homens: um com bastante gordura subcutânea e outro com bastante gordura visceral.” O segundo apresentou maior risco de sofrer com as fraturas ósseas”, disse Miriam a SAÚDE. “ Outros artigos já indicam que a obesidade em geral tem esse efeito”, acrescentando o endocrinologista Marcio Mancini, do Hospital das Clinicas de São Paulo.” A alteração nos níveis de insulina, a redução de testosterona  e o aumento do cortisol,comuns em pessoas acima do peso, podem provocar o problema”
Duas explicações para isso.
Baixa do hormônio do crescimento
Esse foi um dos fatores aparecimento da fraqueza óssea nos homens com mais gordura visceral.
“Essa substancia é muito importante para a saúde do esqueleto” afirma Miriam.

Fonte: Revista Saúde/ Janeiro de 2013
www.revistasaude.com.br