quarta-feira, 18 de maio de 2016

CORRIMENTOS

O Corrimento vaginal é um evento que indica a presença de secreção vulvovaginal excessiva, ao menos assim definida pela paciente, podendo traduzir uma normalidade ou anormalidade. A percepção da secreção genital, no entanto, varia entre as mulheres, que, apesar de não ter a queixa correspondente , podem apresentar  secreção abundante e até mesmo anormal.
Algumas mulheres, além da secreção vaginal, podem apresentar outros sintomas locais associados. Em outros casos, o corrimento pode se manifestar de maneira persistente, gerando grande incômodo ás pacientes.
Assim seria interesse separar os corrimentos redicivantes em função dos possíveis agentes microbianos a eles relacionados, identificando-se dessa maneira, quatro grandes grupos principais, que correspondem a mais de 90% dos casos.
* Candidíase vulvovaginal 
*Tricomoníase vulvovaginal 
* vulvovaginite bacteriana (de diversas etiologias)
* vulvovaginite viral.



terça-feira, 17 de maio de 2016

OVO

A importância de ovo ele favorece a perda de peso, conserva os músculos, resguarda as artérias, protege a visão, encara o diabete e até preserva a memória. A versão cozida é preferência de 38% das pessoas . Que bom essa é uma das melhores formas de preparo, já que assegura o cozimento da gema e da clara. Logo atrás vem o frito, 29% das pessoas tem a preferência. Para quem  leva o ovo á frigideira, usar uma gotinha de óleo de canola é suficiente.


O QUE A TAPIOCA TEM?

Ela ganhou o Brasil inteiro e, por ser livre de glúten e de gordura, se tornou a queridinha das dietas. Mas sua alta carga de carboidratos pede cautela - e recheios pra lá de nutritivos. O que faz a tapioca ir ao céu ou inferno em termos nutricionais é o que ela esconde por dentro. Se você lotá-la de queijos gordos, manteiga e leite condensado, já sabe no que vai transformar. Por ter basicamente carboidrato, o ideal é que ela seja recheada com fontes de fibras ou proteínas, de modo a balancear os níveis de glicose no sangue.

FRUTAS

Laranja
A aromática casca da laranja é riquíssima em fibras. Para completar, concentra alguma substância que atuam na redução do risco de tumores Preparar compotas e outros doces com essa parte normalmente desprezada é uma saborosa maneira de evitar um desperdício nutricional.


Lentilha - para usufruir do ferro oferecido por essa leguminosa, um macete é consumir seus grãos junto a fontes de vitamina C. O nutriente encontrado na acerola, na laranja, nos brócolis e na couve favorece a absorção e o aproveitamento do mineral que combate a anemia.

Linhaça - Para tirar o proveito, é essencial que a linhaça seja triturada momentos antes do consumo. Isso porque sua casca é resistente e pode passar intacta  na digestão, impedindo o aproveitamento das substâncias. Mas tem que bater no liquidificador e usar logo. Se deixar por muito tempo, vai ficar rançoso. Vale menção para uma substância quer não é tão conhecida: a lignama. Devido a semelhança estruturais, esse componente atua como uma espécie de estrogênio no organismo. Ele se liga a receptores celulares e meio que faz às vezes do hormônio feminino.







A TURMA TODA DOS LÁCTEOS

Leite está lotado de cálcio, mineral já associado á prevenção de problemas como osteoporose, ganho de peso e até aumento da pressão.  Isso porque impede a reabsorção do sódio pelos rins, favorecendo sua eliminação pela urina. Quem prefere o leite integral, aliás, não precisa se sentir culpado. Ele é ótima fonte de ácido linoleico conjugado, substância que ajuda a limar gordura.

Queijo - o hábito de consumi-lo também está ligado a menos peso e pressão mais controlada. E, de novo, um dos motivos é o conteúdo de cálcio.
Mas atenção: os tipos salgados, como parmesão, ou gordos, a exemplo do cheddar, devem ser consumidos eventualmente. O melhor é investir nas versões mais equilibradas- cottage, ricota, queijo de minas e mozarela estão na lista .

Leite fermentado- nada mais é do que o leite após passar  por um processo de fermentação por bactérias boas- e que não são as mesmas do iogurte. Um frasco oferta mais de 10 bilhões de micro-organismos, geralmente lactobacilos. Por regular a flora intestinal, os leites fermentados já ligados ao combate a prisão de ventre e a melhora na imunidade.


segunda-feira, 16 de maio de 2016

FEIJÃO

Antes de mandar o feijão para a panela, deixe-o de molho por algumas horas. A estratégia, que remonta á época da vovó, diminui o tempo de cozimento e reduz a quantidade dos chamados compostos anti-nutricionais caso dos taninos, que atrapalham a absorção de sais minerais (e são acusados de causar gases)

Branco
Seus grãos, que são famosos em receitas de saladas ou na dobradinha, concentram boa quantidade de cálcio, aliado do esqueleto. Vale destacar ainda os teores de zinco, substância indispensável ao sistema imunológico.

Fradinho
Ele é parceiro do arroz em um prato típico do sertão nordestino e conhecido como baião de dois. Também entra na preparação do acarajé. Assim como os outros tipos, é grande fornecedor de proteínas e ferro. 





FAMÍLIA DO BRÓCOLIS

Brócolis 
Prepare o vegetal no vapor e rapidamente. Não caia na cilada de esquecê-lo na panela até que fique molenga demais. O ideal é que consistência esteja al dente. Dessa forma, você não perde muitos compostos preciosos, caso do ácido fólico. Sem contar que o alimento fica mais crocante e saboroso.
É uma família vitaminada 

Couve
Nos últimos tempos, suas folhas grandalhonas e ricas em vitamina C têm aparecido nas receitas dos festejados sucos verdes. Mas o sucesso da couve vem de longe, da Idade Média, quando era uma das bases da alimentação dos plebeus na Europa. 

Couve- Flor
 Embora não sejam tão vitaminados quanto os brócolis, suas flores guardam antioxidantes que atuam em favor das células e afastam males regenerativos. A couve-flor é ainda uma excelente fonte de fibras e, por isso contribui para o funcionamento intestinal.

Repolho
A versão roxa oferece antocianinas. Esse grupo de pigmentos que faz a fama da uva tem ação antioxidante. O repolho branco não tem essa preciosidade, mas esbanja potássio.

Rúcula
Levemente picante e famosa por incorporar vitaminas e minerais, ás saladas ou ainda ás coberturas de pizzas, a rúcula também é boa fonte de carotenoides, uma família de fito químico que auxilia a evitar doenças cardiovasculares.

Agrião
De sabor picante, ele enriquece saladas com nutrientes como o potássio, mineral de extrema importância para a saúde muscular. Também aparece na fórmula de xaropes contra a tosse por conter substância que resguardam as vias aéreas .

Cenoura
 O cozimento da cenoura favorece a absorção dos carotenos pelo nosso organismo. Só não vale cozinhar demais e em temperatura altíssima. Extrapolar o tempo de panela pode levar a destruição dos antioxidantes. Prejuízo à saúde e a ao paladar.





PEIXES

Salmão 

Evite fritar as postas de salmão. Uma parcela de gordura boa presente no alimento vai embora quando submetida a altas temperaturas. O ideal mesmo é assar ou grelhar - sempre  lembrando que o tempo de cozimento deles é mais rápido do que o de outras carnes. Cuidado, então, para não deixar ressecar. Ele é uma das maiores fontes de ômega-, gordura poli-insaturada que atua em diversas frentes, ela tem poder anti-inflamatório. 

Sardinha

- Não se esqueça de pedir a cabeça da sardinha  ao peixeiro. Ela é abarrotada de ômega-3. Em casa, coloque-a na panela e leve ao fogo até o conteúdo gorduroso amolecer. Descarte a parte dura e utilize o caldo (que pode ser enriquecido com cebola, cenoura e alho-porro) para preparar um pirão. Em termos nutritivos, a sardinha dá show -inclusive bate, em muitos aspectos, o  pomposo salmão. 

Atum 

Ele também é nutritivo, acessível e pode ser encontrado em conserva. Uma lata tem, em média, 0,6 grama da gordura saudável, o ômega-3. E menos que  sardinha, mas um bom valor. Em termos proteicos, o atum enlatado arrasa: em 100 gramas, são 26,2 gramas. Perto da colega sardinha, é pobre em cálcio - tem só 7 miligramas do mineral . Ainda assim, vale revezá-los no cardápio. 







UVA,AS APARÊNCIAS IMPORTAM


Uvas escuras  
As uvas de coloração vermelha e roxa são as que oferecem mais nutrientes exatamente pela sua pigmentação. Lembre-se de que eles estão principalmente  na casca do alimento. No caso de alguns derivados, como geleias, que contêm alto valor calórico, é preciso maneirar.

Uvas claras
  As uvas brancas até possuem composto antioxidante, mas em uma concentração bem menor em comparação com as frutas escuras. A antocianina, um elemento associado á prevenção  de doenças , por exemplo é um pigmento encontrado exclusivamente nas uvas roxas. 

Uva - Passa
 Com exceção das vitaminas hidrossolúveis (como a C e as do complexo B), que se perdem durante a desidratação da fruta, os outros nutrientes permanecem ali. E até mais concentrados. Parece ótimo, mas atenção: entre eles, está o açúcar. Portanto, a mesma porção de uva-passa pode ter três  vezes  mais calorias do que a da fresca .


segunda-feira, 9 de maio de 2016

O ABACATE

Se no Brasil o abacate é sinônimo de sobremesa, em país como México e Estados Unidos ele é usado em receitas salgadas. E fica ótimo assim. Para tirar a prova, experimente o tradicional guacamole.
É só misturar 1 abacate amassado com  o suco de 1 limão, 1 tomate picado, 1 colher de sopa de cebola ralada, molho de pimentão e sal .

O Açaí 

Por trás de suas qualidades, o fruto esconde calorias aos montes. Portanto, o recado para quem não pratica atividades físicas é moderar na porção e, de preferencia, consumir a polpa pura. Mel, xarope de guaraná e leite condensado devem ficar fora da tigela se estiver de olho no peso.

Abóbora 

Já preparou sementes de moranga?
É simples: basta lavá-las em água corrente para retirar os fiapos da polpa, acrescentar uma pitada de sal, ou o tempero de sua preferência, e levar ao forno por alguns minutos. O petisco é rico em vitamina E, substância que combate o envelhecimento celular e as doenças associadas a esse processo.

Acerola 

Sabe aquela história de que toda vitamina C se evapora no suco? Pois saiba que nem tudo vai embora. Ainda que o ideal seja consumir a bebida imediatamente, mantê-la na geladeira ajuda a preservar boa parte de nutriente. É que a baixa temperatura breca o processo de oxidação, que faz a substância sumir. 



FRASES

"Não sabemos avaliar a saúde quando a temos, lamentamos a sua falta quando a perdemos"


A única maneira de conservamos a saúde é comer o que não se quer,  beber o que não se gosta e fazer aquilo que não se preferia não fazer "

"Estar sempre de acordo consigo mesmo: não conheço melhor atestado de saúde "

"Prometer mais do que você possa cumprir é o mesmo que plantar uma árvore e esperar que ela cresça sem regar"


BATATA DOCE

A batata-doce oferece vitaminas do complexo B, parceiras do bom humor. Para não deixar que esses nutrientes se percam no cozimento, uma estratégia é prepará-la com casca e tudo. Aliás, se essas cascas forem bem lavadas, elas podem ir para o prato também, o que reforça o aporte de fibras.
É uma aliada dos músculos, existem dois motivos  para ele ter sido a eleita dos atletas . Essa raiz tuberosa como definem os botânicos é provedora de potássio, mineral indispensável no combate ás câimbras e que atua no equilíbrio de fluidos que circulam pelo organismo.

Berinjela
A farinha da berinjela pode incrementar pratos cremosos depois de prontos, caso de sopas e caldos. Como não altera o sabor, vai bem em suco e vitaminas, além de iogurtes. Com ela, as receitas ganham doses de fibras que ajudam a controlar o apetite.



AZEITE

Há quem diga que o azeite não deve ir ao fogo porque sua gordura passa a ser ruim.
Não é bem assim. O problema está só nas altas temperaturas, como as exigidas numa fritura. Nesse caso, parte dos polifenóis é degradada mesmo. Para não deixá-los evaporar, o ideal é regar o azeite sobre a salada ou sobre o prato quente já pronto.

O que os outros óleos têm a oferece?

De soja 

Campeão de consumo no Brasil é um dos mais saudáveis devido ao equilíbrio entre os ômegas -3 ve ômegas-6, fator importantes para o bem-estar das artérias. Por causa do sabor residual, não cai bem em bolos e molhos. 
use para refogar e assar. 

De Girassol

É abastecido principalmente de ômega -6. O problema é que o excesso dessa gordura e o baixo consumo de ômega-3podem elevar o risco de formação de placas nos vasos. Portanto, o ideal é que ele não seja a estrela da cozinha. Tem que revezar com outros 

De Milho 

Ele exibe um tanto de vitamina E, nutrientes capaz de resguardar as células contra danos provocados por radicais livres. Mas cuidado: assim como o óleo de girassol, o de milho tem muito mais ômega-6 do que 3. Então, nada de exagero.

De Coco

Tem gordura saturada de cadeia média, que, em tese, seria absorvido mais rápido. Por isso, dizem que ajudaria a emagrecer. Mas pesquisas ainda não comprovaram o efeito . O recado é usar as fezes em receita. 

De Canola 

É cheio de gordura do tipo ômega -3, protetora do peito. Só que o fato de a canola ter sido modificada geneticamente assusta muita gente. Mas não há motivo para pânico Isso só aconteceu para que a planta parasse de produzir um composto tóxico.