terça-feira, 23 de agosto de 2011

Solidariedade

CAMPANHA – LATINHAS OU LACRE DE LATINHAS

AO AJUNTAR 130KGS – TROCA-SE POR UMA CADEIRA
DE RODAS.
VOCÊ PODE JUNTAR O QUANTO QUISER E PUDER E
ENCAMINHAR NO LOCAL DE ARRECADAÇÃO.

LOCAL DE ARRECADAÇÃO: RUA ESTADO DE ISRAEL, 312
                                                     CEP 04022-001 –VILA CLEMEN
                                                     TINO – SP
                                                     FONES (11) 55491534 – 55493217
                                                     MEDVICH
                                                     http://www.medvich.com.br/
                                                     EXPEDIENTE
                                                     DE SEG. À SEXTA
                                                     DAS 8 ÀS 18 H
                                                     SÁBADO DAS 8 ÁS 13 H

Foco

RECICLAGEM ESTÁ PARADA NO ABC

Santo André é o município que mais recicla e que
mais cresceu desde 2006.
A cidade é a única também a ter cobertura de coleta
em 100% de seu território.
Mesmo assim, avançou apenas 0,36 pontos percentuais
sua taxa de reaproveitamento do lixo. Atualmente,
2,5% de todo o resíduo sólido coletado na cidade é
reaproveitado.
Para o pesquisador da área de gestão de infra-estrutura urbana da UFABC (universidade federal do abc), Gilson lameira de Lima, a paralisação na coleta seletiva é crônica
na região.
A reciclagem informal realizada pelos catadores avançou.
Já o poder público, como indutor dessas políticas, tem falhado.
Lima afirma que o principal problema das prefeituras é não
conquistar os moradores. “duvido que as famílias não reciclem se tivessem informações corretas e a certeza de que o caminhão passaria no horário”.
Então abrace a idéia.
Mudar pode ser o primeiro passo e mais difícil, depois tudo se
Encaixa e se torna rotina.

Fonte metro abc

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Frase

AMAR A HUMANIDADE É FÁCIL.
DIFÍCIL É AMAR O PRÓXIMO.
                                                      NELSON RODRIGUES
                                                              (1912-1920)
                                                      JORNALISTA E DRAMATURGO
                                                      PERNAMBUCANO



A BUROCRACIA É UM GIGANTESCO MECANISMO
OPERADO POR PIGMEUS.
                                               HONORRÉ DE BALZAC
                                               ESCRITOR FRANCÊS

Sinvastatinas x Câncer

Os médicos em geral e os cardiologistas em particular dão importância ao LDL colesterol alto (LDL: colesterol “ruim”), com muita propriedade, devido ao maior risco de aterosclerose coronariana, cerebral e periférica. Muitos sabem também que o LDL colesterol somente se torna “ruim” quando é oxidado pelos radicais livres gerados por metais tóxicos, pesticidas, excesso de cobre , excesso de ferro , etc.., mas, nada fazem a respeito. Pior ainda, fazem de tudo para diminuir o LDL a níveis inferiores a 100 MG%. Senão vejamos. Em 2007, o médico e pesquisador Alsheikh-Ali da Universidade de Medicina de Tufts – Boston USA, em estudo prospectivo e randomizado envolvendo 23 trabalhos onde foram registrados 309.506 pessoas tratadas por ano com algum tipo de estatina (sinvastatina, lovastatina, atorvastatina, fluvastatina,rosuvastatina, etc..) Mostrou um fato de real valor prático e orientador: o risco de câncer está significantemente associado com os baixos níveis de LDL colesterol no sangue provocados pelas estatinas. Acresce que os benefícios dos baixos níveis do LDL colesterol que se alcança com o uso das estatinas são perdidos, pois, estes pacientes vão morrer de câncer e não de infarto do miocárdio ou derrame cerebral.
Em 2008, o autor volta a escrever sobre o risco de câncer provocado pela grande diminuição do LDL colesterol em pacientes tratados com estatinas. Uma revisão sistemática de 15 trabalhos randomizados de bom nível registrou 437.017 pessoas-ano tratadas com estatinas. O estudo revelou que a diminuição dos níveis de LDL - colesterol no sangue se associava significantemente com o maior risco de câncer. O risco de câncer aumentava 2,2% para cada 10 MG% de diminuição do LDL. Em 2009 o mesmo autor chegou à mesma conclusão.
Entretanto, nós podemos imaginar a pressão política que Alsheikh-Ali foi submetido, pois a sua conclusão final nos trabalhos de 2008 e 2009 lembra os sofistas da antiga Grécia: “However, statins, despite producing marked reductions in LDL-C, are not associated with an increased risk of câncer”. São os pesquisadores nas mãos da indústria vergonhosa. É a Ciência mentirosa nas mãos de empresários inescrupulosos.
Quantos trabalhos de aparência séria são jogados na literatura médica e considerados de bom nível pelos Editores de Revistas consagradas e reconhecidas como sérias? Geralmente, com honrosas exceções, os Editores têm conflitos de interesse não declarados.
(fonte: Dr. Jose de Felippe Junior-artigo publicado na Associação Brasileira de Medicina Complementar-2009)

Prevenir

Viva em paz com seu estômago

Siga uma educação alimentar.
Conheça as receitas básicas para viver em paz com seu estômago:

Nunca tome nenhum medicamento sem orientação de seu médico.

Cuidado com os remédios para dor, antiinflamatórios, antigripais e analgésicos à base de ácido acetilsalicílico.
Eles podem aliviar uma dor no joelho, por exemplo, e causar uma muito maior no estômago.

Coma pelo racional, não pelo emocional.

Se você sabe de antemão que algo lhe faz mal, evite e substitua por outro alimento que lhe dá tanto prazer, mas não causa mal.

Respeite os horários.

Também procure fazer suas refeições em lugares agradáveis, coma com calma e mastigue bem os alimentos. Lembre-se: a digestão começa na mastigação.

Devagar e sempre.

Em vez de fazer apenas três grandes refeições (café da manhã, almoço e jantar), procure fazer pequenos lanches (uma fruta, dois biscoitos) para não ficar mais de quatro horas sem comer.
Isso também ajuda a comer com mais inteligência nas refeições principais.

Não deite depois das refeições.

Você deve esperar pelo menos 90 minutos antes de se deitar, mesmo que seja só para um cochilo.

Frutas, verduras e legumes.

São grandes amigos da digestão e do seu estômago. Além de nutrientes naturais, evitam que você abuse dos alimentos gordurosos e muito condimentados.

Leite: com moderação.

O primeiro alimento da gente pode fazer parte da alimentação do dia-a-dia, mas, no máximo, um copo médio duas vezes por dia.
Evite o “leitinho antes de dormir”.

Cigarro: sem comentário.

Cigarro não faz nenhum bem para nenhuma parte do corpo. Para o estômago, retarda a cicatrização da úlcera, além de provocar azia.

Bebendo socialmente.

Antes de ingerir bebidas alcoólicas, procure dar uma “forrada” no estômago. E lembre-se: beba com moderação e, se
Beber, não dirija.
Refrigerantes e gasosos também devem ser tomados com moderação, pois o gás distende a parede do estômago.

Um cafezinho na hora certa.

Depois do almoço, tudo bem. Depois do jantar, tudo bem.
Não pode é tomar café a toda hora, mesmo o descafeinado e a maioria dos chás.
Experimente adotar o chá de erva-doce ou de camomila.

Já se sente melhor? Ótimo.
Este é o primeiro passo para continuar bem. Mas se você voltar a abusar, o estômago vai reclamar.

Coma bem respeite seu estômago.

Fonte: Informativo nº 8
               Valorização da vida /SK


Fechamento de leitos e hospitais privados

É assunto na mídia


O fechamento de aproximadamente 400 hospitais e mais de
11 mil leitos privados no país foi pauta do jornal nacional
(JN), da TV globo, e de veículos especializados em saúde neste
Mês de julho. O presidente do SINDHOSP, Dante Montagnana, foi
ouvido pela reportagem do jn, exibida no último dia 5 de julho.
Na ocasião, o dirigente sindical ressaltou as dificuldades de
negociação com as operadoras de planos de saúde e o SUS, a falta de financiamento e problemas de gestão como as principais causas dos fechamentos.

A reportagem entrou com uma câmera escondida em alguns prontos-socorros privados da capital paulista e atestou a falta de leitos disponíveis para internação.
A matéria ainda lembrou que enquanto o setor privado de prestação de serviços de saúde perde leitos e hospitais, o número de usuários da saúde suplementar cresceu 8,7% só
Em 2010. As revistas hospitais Brasil e da AMP também abordaram o assunto em suas últimas edições e ouviram o posicionamento do SINDHOSP

Cheque caução

Uma lei estadual sancionada pelo governador Geraldo Alckmin e que entrou em vigor no último dia 26 de junho, proíbe os hospitais e clínicas particulares do estado de cobrar qualquer tipo de pagamento antecipado dos pacientes
que precisam de uma internação de urgência ou de emergência. A lei prevê que o estabelecimento de saúde poderá ter que devolver em dobro o valor antecipado pelo
cliente e pagar multa de $ 17.450 a $ 174.500, dependendo da gravidade da infração.

A publicação da lei foi pauta dos principais veículos de comunicação no final de junho. O presidente do SINDHOSP, Dante Montagnana, concedeu entrevista sobre o assunto ao
Jornal nacional (TV Globo), Rede TV!, Agora, Diário de São Paulo
E rádios CBN, Jovem Pan e Bandeirantes.

Fonte notícias jornal do SINDHOSP julho/2011

Economista é como Cristovão Colombo

QUANDO PARTE, NÃO SABE PARA ONDE ESTÁ INDO:

QUANDO CHEGA, NÃO SABE ONDE ESTÁ – E SEMPRE

VIAJA A CUSTO DO GOVERNO.”

   ESTA PIADA CIRCULOU SEMANA PASSADA EM
     
  BRASÍLIA.

Uso de cheque caução está proibido no estado de São Paulo

Após inúmeros debates, foi aprovada no estado de São Paulo
a lei nº 14.471/11, proibindo a exigência de caução de qualquer
natureza (na prática, mais conhecido como “cheque caução”),
para internação de pacientes, nas hipóteses de urgência ou
emergência, em hospitais ou clínicas da rede privada do estado.

Embora a lei tenha restringido a exigência de caução para os
casos de internação em regime de urgência ou emergência, nada ficou estabelecido para as situações eletivas, o que não impedirá, seguramente, uma eventual atitude da fiscalização em caso de denúncias.

A lei nº 14.471 foi publicada na seção 1, página 1, do diário oficial do estado de São Paulo do dia 23/06/2011.

Fonte: notícias SINDHOSP/JULHO de 2011


Cãibras

Qual o problema?

Às vezes surgem durante os exercícios, mas o problema também pode ocorrer se uma parte do corpo tiver ficado na mesma posição por horas.
De fato, as cãibras são causadas pelo acionamento repetido de um determinado músculo, desidratação, estresse ou fadiga.
Mas se você sente cãibras nas panturrilhas quando tenta dormir, ou se um músculo “trava” com freqüência sem razão aparente, o problema está em um sinal químico equivocado vindo do sistema nervoso, que “manda” o músculo se contrair, e pode estar associado a um desequilíbrio de potássio e sódio.

O que fazer

Aqueça o local

Aplique uma toalha aquecida ou compressa úmida e quente no músculo dolorido, para relaxar o espasmo e aumentar o fluxo de sangue nos tecidos afetados.

Tome um longo banho morno de chuveiro ou de banheira. Para um alívio extra, junte á água ½ xícara de sal de Epson. O magnésio contido nesse produto promove o relaxamento muscular.

Pressione o ponto doloroso

Encontre o epicentro da cãibra. Pressione este ponto com o polegar, com a palma da mão ou com o punho levemente cerrado. Mantenha a pressão por 10 segundos, relaxe por outros 10 segundos e depois pressione novamente. Se sentir um leve desconforto, e não uma dor lancinante, o procedimento está correto. Após uma série de repetições, a dor da cãibra deve começar a ceder.

Friccione o local

Misture 1 parte de óleo de gaultéria com 4 partes de óleo vegetal e massageie o local da cãibra. A gautéria contém metilsalicilato (substância relacionada com a aspirina), que alivia a dor e estimula o fluxo sanguíneo. Essa mistura pode ser usada várias vezes por dia, mas não associada a uma compressa quente – ela pode queimar a pele.

Acabe com as cãibras noturnas

Antes de dormir, beba um copo de água tônica, que contém quinina, remédio popular para cãibras. As pesquisas já confirmaram a eficácia do quinina nas cãibras noturnas nas
pernas. No entanto, não tome tabletes de quinina; eles podem causar graves efeitos colaterais, como zumbidos nos ouvidos e distúrbios da visão.


Para prevenir cãibras noturnas na panturrilha, tente não dormir com os dedos dos pés esticados. E não deixe os lençóis muito esticados – os dedos dos pés ficam curvados para baixo, desencadeando as cãibras. Também tome vitamina e para prevenir cãibras noturnas nas pernas, estudos sugerem que a vitamina e melhora o fluxo através das artérias.

Não se esqueça dos minerais

Níveis baixos de eletrólitos podem contribuir para as cãibras.
Cereais integrais, nozes e feijões são boas fontes de magnésio. O potássio é fornecido especialmente por bananas, laranjas e melões. Os laticínios suprem a demanda de cálcio.
Você usa diuréticos para hipertensão? O aumento do volume urinário pode estar eliminando potássio do organismo (hipocalemia), que pode provocar fadiga, fraqueza e espasmos musculares. Pergunte a seu médico se é possível mudar o medicamento por outro que não seja diurético.

Fique hidratado

As cãibras são muitas vezes causadas por desidratação.
Se você tem cãibras durante exercícios, beba 2 copos de água
2 horas antes de cada sessão. Em seguida, espere e beba 200 ml a cada 20 minutos. Se estiver transpirando muito, tome uma bebida isotônica, como gatorade, que repõe a perda de sódio e de outros eletrólitos.


Fonte seleções Reader’s Digest
              1.001 remédios caseiros

A diferença entre bactérias e vírus

Bactéria

São organismos celulares, compostos de citoplasma, membrana e núcleo. O mecanismo de proliferação da bactéria é semelhante ao da célula – uma bactéria dá origem a duas, duas formam quatro, e assim sucessivamente.

São benéficas na maioria das vezes

Podem sobreviver tanto dentro quanto fora das células do organismo são transmitidas, sobretudo, pelo contato direto com a pele, a mucosa ou o sangue.

Vírus

Acelulare  (não formados por um aglomerado de células), é  material genético envolto por uma membrana. A constituição simplificada facilita a sua proliferação – um único vírus é capaz de dar origem a milhares de vírus

São nocivos na maioria das vezes.

São incapazes de sobreviver fora das células do organismo. A proteção celular é um dos principais obstáculos para a criação de  medicamentos. Nenhum tratamento se mostrou
capaz de matar um vírus – apenas se consegue prevenir a infecção ou atenuar a ação viral.

São transmitidos principalmente pelo ar.

Atenção: o consumo de  antibióticos sem critério é um dos
principais motivos para o surgimento das super bactérias.



Fonte:  Revista Veja Outubro de 2010.

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

A todos que lidam com pacientes e convênios

Não há profissional que consiga prestar um
Serviço de qualidade sem a valorização da
Medicina.

                                                 Dr. Salomon Katz

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

O custo dos novos exames e do avanço da medicina

A  agência nacional da saúde (ANS) precisa mediar um conflito entre o paciente, que quer todas as conquistas da medicina; o médico, que indica os procedimentos; e o plano, que paga a conta do hospital e precisa zelar pelo equilíbrio financeiro.
O risco é exagerar na regulação e terminar por expulsar mais gente para o já sobrecarregado SUS. Há, portanto, um difícil paradoxo nesse campo - quanto  mais a regulação favorecer o cliente em detrimento do plano, menos gente terá condições de pagar por ele.

“revista exame”


É evidente que as operadoras ineficientes ou que prestam serviços de má qualidade devem ser punidas e até mesmo afastadas do mercado, mas entre isso e penalizar todo o segmento, aumentando suas obrigações saem a contrapartida do aumento de suas receitas, é dar um tiro no pé

Desafios da saúde


Um estado que enxergue a iniciativa privada como aliada, e não como inimiga, deve acima de tudo exercer o papel essencial de regulador. Leis claras são a base de qualquer economia saudável e, infelizmente, o Brasil vive hoje num cipoal de regras não raro contraditórias entre si. “não é exagero dizer que você dorme com uma lei e acorda com outra”, diz
José Carlos costa pinto, sócio da consultoria Ernest e Young.

O Brasil está mais gordo e sedentário, abusa mais de álcool come menos feijão, frutas e hortaliças estão mais sujeitas á hipertensão e ao diabetes. Esse é o retrato de uma pesquisa anual feita pelo ministério da saúde desde 2006, com 54 mil moradores de todas as capitais.

Num mundo em que o aumento da longevidade é marca registrada; em que o custo da indústria química e farmacêutica só encontra equivalência no preço do desenvolvimento de novos equipamentos para o setor; em que a possibilidade de repartição dos custos pelos trabalhadores está em queda desde a década de 1970; e, finalmente, em que os recursos públicos e privados são limitados e dependem de vontade política, não há como imaginar que os modelos atuais, sejam quais forem, se perpetuarão no tempo, garantindo bom atendimento para toda a humanidade.

Novas tecnologias impõem novos custos

A evolução da medicina impõe questões éticas intrincada a  utilizar os recursos de ponta para manter a saúde dos 6,5 bilhões de habitantes do planeta seria impossível uma cirurgia robótica por exemplo, custa 50% mais que a convencional o robô com 3 exemplares no Brasil custa 1,3 milhões  de dólares.


Quem administra o próprio dinheiro e o salário ou as contas da casa, por exemplo, sabe que orçamentos não são elásticos. Eles não crescem sozinhos, sempre que surge uma nova demanda pelo contrário, novas necessidades (em geral, urgentes e inesperadas) sugam o nosso dinheiro não existe milagre se apareceu uma despesa nova, o dinheiro para cobri-la sairá de algum lugar e fará falta naquele lugar qualquer criança que guarda o dinheiro no cofrinho sabe disso. Mas nós, povo brasileiro gostamos da ilusão de achar que na saúde, temos direito a tudo não é isso que está no papel.

Alho contra o Câncer

Pesquisadores da Universidade de Ohio, nos Estados Unidos, descobriram que o consumo de alho tem uma ligação inversa com um processo metabólico carcinogênico.

Os resultados do novo exame sugerem que as pessoas que consomem mais alho estão menos sujeitas a sofrer esse processo metabólico e, eventualmente, de contrair câncer.

Exame de urina

“O que estávamos buscando era desenvolver um método onde pudéssemos medir na urina dois compostos diferentes, um relacionado com o risco para o câncer e outro que indica a intensidade do consumo de alho”, conta o Dr. Earl Harrison, coordenador do estudo.

“Nossos resultados mostraram que os dois estão inversamente relacionados entre si – o que significa que quanto mais alto for o nosso marcador para o consumo de alho, menor será o marcador para o risco de câncer,” explica ele.

Alimentos contra o câncer

Os cientistas trabalharam com processos associados a compostos contendo nitrogênio. Esses processos incluem a nitrosação, a conversão de algumas substâncias encontradas nos alimentos ou na água contaminada em elementos carcinogênicos.

Em última instância, os cientistas esperam descobrir intervenções nutricionais capazes de parar o processo que desenvolve estas substâncias cancerígenas.

Este processo é mais comumente iniciado por exposição a substâncias chamadas nitratos, encontrados em algumas carnes processadas, ou oriundas de técnicas de preparação de alimentos sob alta temperaturas, ou ainda pelo uso de água contaminada pela indústria ou pela agricultura.

Nitratos e nitrosaminas

Cerca de 20 por cento dos nitratos que são consumidos são convertidos em nitritos no organismo. Uma cascata de eventos pode converter estes compostos nas chamadas nitrosaminas. E muitas, mas não todas as nitrosaminas, estão ligadas ao câncer.

Os vegetais também contêm nitratos, mas pesquisas anteriores sugerem que a vitamina C dos vegetais reduz o risco de que esses nitratos convertam-se em algo tóxico.

Os cientistas suspeitaram então que os nutrientes presentes no alho poderiam ter efeitos antioxidantes semelhantes aos da vitamina C.

O estudo foi publicado na revista Analytical Biochemistry.

Um dente de alho por dia

Os exames de laboratório mostraram que os participantes da pesquisa que tinham tomado alho tiveram menor concentração do marcador para nitrosação do que aqueles que não ingeriram nenhum alho.

Embora as diferenças sejam pequenas, o consumo de 5 gramas de alho por dia foi associado com o mais baixo nível do potencial marcador de câncer. Um único dente de alho, tipicamente, pode pesar entre 1 e 5 gramas.

A ingestão de vitamina C teve um efeito semelhante em reduzir o marcador para a nitrosação.

Benefícios do alho

“O mecanismo preciso pelo qual o alho e outros compostos afetam a nitrosação está sendo amplamente pesquisado, mas não está claro neste momento”, diz Harrison.

“O que esta pesquisa sugere, porém, é que o alho pode desempenhar um papel na inibição da formação dessas substâncias tóxicas baseadas no nitrogênio. Este estudo piloto foi muito pequeno, por isso é também possível que, quanto mais alho você comer, melhor será.

“Então, se você gosta de alho e gosta de alimentos preparados com alho, vá em frente e consuma tanto quanto você queira. Não há nenhuma indicação de que isso vá lhe fazer mal, e pode muito bem lhe ajudar,” conclui o cientista.


terça-feira, 2 de agosto de 2011

Rugas

O poder dos ácidos

Use uma loção que contenha alfa-hidroxiácidos. Os
Ahas, como são conhecidos, vem do leite, frutas, e cana-de
açúcar. Eles removem as células mortas da pele e estimulam
O crescimento do colágeno, que preenche as rugas. Também combatem os radicais livres, capazes de afetar a pele. Como os ahas podem às vezes causar irritação, experimente primeiro em uma área mínima da pele. Se ela não estiver vermelha no dia seguinte, você pode usar o produto.

Molhe um pano com leite, e aplique na pele. O leite contém ahas.
Aplique aloe vera (babosa), que contém ácido málico.
Corte uma folha na base, e abra com uma faca. Raspe o gel
com uma colher, tomando cuidado para não romper a casca verde. Aplique na pele.

O mamão tem enzimas que podem esticar a camada superior da
pele, melhorando a aparência de rugas. Misture 2 colheres de sopa de polpa com outro de farelo de aveia, para esfoliar a pele. Aplique e deixe agir por dez minutos.

Alimente a pele

Aplique um hidratante toda as manhãs. A pele hidratada se expande um pouco e fica mais macia e elástica, o que ajuda a esconder as rugas.
Aplique abacate, um bom hidratante, e vitamina e, um antioxidante. Faça um creme com eles e passe no rosto.
Deixe por 20 minutos.

O poder da prevenção

Não fume
Beba bastante água, até que a urina fique clara. Ajuda a
manter a pele úmida.
Todos os dias, aplique protetor solar no rosto, pescoço, e
outras áreas expostas antes de sair de casa.
Nunca faça bronzeamento artificial. Meia hora danifica mais
A pele do que um dia inteiro na praia sem protetor.
Use óculos escuros para evitar os pés de galinha causado pelo franzir dos olhos. Esse tipo de ruga pode até desaparecer
Após meses de uso sistemático de óculos escuros.

Fonte seleções Reader’s Digest
1.001
Remédios caseiros

Jerusalém

Três mil anos de história

“se eu me esquecer de ti, ó Jerusalém, que a minha mão
Direita esqueça a sua destreza. Apegue-se a minha lín-
gua ao céu da boca, se me não lembrar de ti, se não colocar
Jerusalém acima da minha maior alegria.”

                                                                                             (salmos 137: 5,6)

O rei David fez de Jerusalém a capital do seu reino e o centro
Religioso do povo judeu em 1003 aec. Cerca de 40 anos mais tarde, seu filho Salomão construiu o templo (centro religioso e nacional do povo de Israel) e transformou a cidade
Em próspera capital de um império que se estendia do Eufrates até o Egito.

Nabucodonosor, rei da babilônia, conquistou Jerusalém em 586
AEC destruiu o templo e exilou o povo. Cinqüenta anos depois,
com a conquista da babilônia pelos persas, o rei Ciro permitiu que os judeus retornassem à sua pátria e lhes concedeu autonomia. Eles construíram o segundo templo, no local do  primeiro, e reconstruíram a cidade e suas muralhas.

Alexandre, o grande, conquistou Jerusalém em 322 aec. Após a             sua morte, a cidade foi governada pelos Ptolomeus do Egito e mais tarde pelos selêucidas da síria. A helenização da cidade a atingiu o auge sob o rei selêucida antíoco iv: a profanação do
templo e a tentativa de anular a identidade judaica deram origem a uma revolta.

Liderados por Yehudá, o Macabeu, os judeus derrotaram os selêucidas, reconsagraram o templo (em 164 aec) e restabeleceram a dinastia judaica sob os Hasmoneus, que se conservou no poder por mais de 100 anos, até Pompeu impor a lei romana sobre Jerusalém. Herodes, o rei Idumeu, governou a  Judéia de 37 aec até 4 ec. Ele estabeleceu instituições culturais, erigiu magníficas construções e reformou o templo, transformando-o num esplendoroso edifício.

Após a morte de Herodes, o governo romano tornou-se cada
Vez mais opressiva. Em 66 ec, irrompeu a revolta dos judeus contra Roma.

Durante poucos anos, Jerusalém viu-se livre da opressão estrangeira, até que em 70 ec, as legiões romanas comandadas por Tito, conquistaram a cidade e destruíram o templo.

A independência judaica foi restaurada por breve período, durante a revolta de bar kochba (132-135), mas os romanos triunfaram mais uma vez, e os judeus foram proibidos de entrar em Jerusalém.
A cidade foi reconstruída com feições romanas e nome mudou
para Aelia Capitolina.

Por um século e meio, Jerusalém foi uma pequena cidade provinciana. Esse quadro modificou-se radicalmente quando
O imperador bizantino Constantino transformou Jerusalém em um centro cristão. A basílica de santo sepulcro (335) foi a
Primeira de um grande número de majestosas construções que se ergueram na cidade.

Em 634, com o enfraquecimento do império romano, exércitos muçulmanos invadiram o país.
Em 638, Jerusalém foi conquistada pelo califa Omar. Apenas sob o reinado de Abdul malik, que construiu a mesquita do domo da rocha (ou mesquita de Omar, em 691), um califa lá se assentou.
Após um século da dinastia Omíada de damasco, Jerusalém passou a ser governada pela dinastia dos abássidas de Bagdá (em 750), época na qual começou o declínio da cidade.

Os cruzados conquistaram Jerusalém em 1099, massacraram seus habitantes judeus e muçulmanos e fizeram de Jerusalém a capital do reino. Sob o domínio dos cruzados, sinagogas foram destruídas, velhas igrejas foram reconstruídas e mesquitas transformadas em templos cristãos. Os cruzados dominaram Jerusalém até 1187, quando a cidade foi conquistada por Saladino, o curdo.

Os mamelucos – aristocracia militar feudal do Egito – governaram Jerusalém a partir de 1250. Eles reconstruíram numerosos edifícios, mas viam a cidade somente como um centro teológico muçulmano e, com negligência e impostos exorbitantes levaram-na à ruína econômica.

Os turcos otomanos, cujo domínio prolongou-se por 4 séculos, conquistaram a cidade em 1517. Suleiman, o magnífico, reconstruiu as muralhas (1537), construiu o reservatório do sultão e instalou fontes públicas por toda a cidade.
Após sua morte, as autoridades centrais em Constantinopla demonstraram pouco interesse por Jerusalém. Durante os séculos xvii e xviii, ela viveu um de seus piores períodos de decadência.

Jerusalém tornou a prosperar a partir da segunda metade do
Século xix, com o crescente número de judeus que retornavam à sua pátria ancestral. O declínio do império otomano e o interesse renovado da Europa pela terra santa.

O exército britânico, comandado pelo general Allenby, conquistou Jerusalém em 1917. Entre 1922 e 1948 ela foi sede administrativa das autoridades britânicas na terra de Israel (palestina), que fora entregue á Grã-Bretanha pela liga das nações após o desmantelamento do império otomano, no fim da  primeira guerra mundial.
A cidade se desenvolveu rapidamente, crescendo rumo ao oeste, o que ficou conhecido como a “cidade nova”.

Com o término do mandato britânico em 14 de maio e com a resolução da ONU de 29 de novembro de 1947, Israel proclamou sua independência e Jerusalém tornaram-se capital do país.

Opondo-se ao estabelecimento do novo estado, os países árabes lançaram-se num ataque de várias frentes, que
Resultou na guerra da independência, de 1948 a 1949.

As linhas de armistício, traçadas ao final da guerra, dividiram Jerusalém em duas partes: a cidade velha e áreas ao norte e ao sul sob domínio da Jordânia, e Israel com o controle das partes ocidental e sudoeste da cidade.

Jerusalém foi reunificada em junho de 1967, como resultado de uma guerra na qual a Jordânia tentou se apoderar da parte ocidental da cidade. O quarteirão judeu da cidade velha, destruído sob o domínio jordaniano, foi restaurado  e os israelenses puderam de novo visitar seus lugares santos, o que lhes tinha sido negado desde 1948.

Sob o domínio israelense, nenhum esforço tem sido poupado no sentido de manter viva sua herança física e espiritual, e de serem preservadas as marcas tangíveis do seu passado.

Publicado em visão judaica 79, maio de 2009.

Frase


HÁ MENOS EGOÍSMO NA IMAGINAÇÃO
DO QUE NA MEMÓRIA.
                                         MARCEL PROUST
                                         (1871-1922)

O exame de papanicolau

Exames para detecção precoce do câncer de colo de útero.

A melhor forma de detectar precocemente o câncer de colo de útero é pelo rastreamento com a colpocitologia oncótica,
Conhecida popularmente como “papanicolau”.
Quando realizado periodicamente, pode detectar lesões iniciais que são curáveis em até 100% dos casos.

O ultra-som transvaginal é feito anualmente e serve para
A avaliação da pelve feminina, com especial atenção ao útero e ovários.

Quem deve submeter-se ao exame/

Toda mulher com vida sexual ativa, qualquer que seja a idade, deve fazer o “papanicolau” periodicamente.

Quando realizar exames para detecção precoce do câncer
De colo de útero:

Primeira vez
Três anos após o início da atividade sexual, ou aos 21 anos. O que ocorrer primeiro.
Mulheres até 30 anos
Anual
            Mulheres com 30 anos ou mais
            três opções de rastreamento:
1.      Mulheres que tiveram três ou mais resultados bons (negativos) no exame de “papanicolau” (colpocitologia Oncótica) anual podem ser rastreadas a cada dois ou três anos.

  1. Anual.
  2. Citologia com teste para HPV-DNA. Se ambos estiverem negativos, podem ser rastreadas a cada três anos.

Fonte: espaço saúde Albert Einstein
              www.einstein.br/espaco-saude


Frase do Mês

“se o dinheiro for a sua esperança de independência, você jamais a terá”.
A única segurança verdadeira consiste numa reserva de
“sabedoria, de experiência e de competência.”

 

Dez razões para viver sempre alegre

1  É um exterminador natural de estresse!

Assim como uma massagem relaxante ou uma meditação
Tranqüilizante, o riso é uma das melhores e mais eficientes
Maneiras de combater o estresse!

2  Diminui o risco de doença cardíaca

Uma boa e sincera risada não somente faz você se sentir bem, mas também torna seus vasos sanguíneos mais eficientes, o que ajuda seu sistema cardiovascular a funcionar melhor.

3  Fortaleça seu sistema imunológico

Os especialistas diziam que uma maçã por dia poderia mantê-lo longe dos consultórios médicos, mas estudos recentes mostram que o riso pode ser a chave para um sistema imunológico saudável. Dê um sorriso! Faz bem para você!

4  Riso com exercício? É verdade!

Você não precisa se matar de fazer exercícios para permanecer saudável! Está comprovado que um minuto de boas gargalhadas equivale a dez minutos de esteira.
Não é preciso associar-se a nenhuma academia ou comprar aquele tênis de corrida super caro!

5  Fique longe da depressão e da ansiedade

Todos nós já sentimos isso: o alívio que uma boa risada pode trazer até mesmo aos mais mal-humorados.
Mantenha sempre um sorriso no rosto e um andar animado.

6  Sorria! Você vai parecer mais jovem!

Como um exercício para o corpo, o riso é uma ótima maneira de
Exercitar os músculos da face e adiciona um brilho especial e vigoroso. É como encontrar a fonte da juventude!

7  Fique mais perto de quem você ama.

Não há nada melhor do que compartilhar um momento engraçado para unir você e aquelas pessoas queridas.
Lembre-se quando você ri, o mundo inteiro ri com você!

8  Conquiste a autoconfiança com gargalhadas.

Quando você se sente à vontade contando uma piada ou alguma história divertida, você se torna mais sociável e extrovertido! Antes que perceba, você vai ser o centro das
Atenções e vai adorar cada minuto do seu sucesso!

9  O alívio imediato pode vir de uma risada

Eis o porquê: uma boa risada aumenta os níveis de endorfina no corpo, que é um analgésico natural. Então, a próxima vez que você estiver com dor, tente dar umas risadas antes de recorrer aos comprimidos. Deve ajudar!


10  É bom para seu corpo, mente e espírito!

Você pode quebrar o ciclo! O mau-humor pode afetar todos os aspectos da sua vida, desde a sua saúde até o seu trabalho e relacionamentos. Quando você adota uma postura alegre diante da vida, todo o seu ser se beneficia das suas vibrações.

Fonte: suplemento de seleções Reader’s Digest