sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Crianças hiperativas têm maior risco de serem adultos Obesos!

As crianças mais agitadas podem ter mais chances de serem adultos obesos e hipertensos. Essa foi a conclusão de um estudo da Universidade de Duke, nos EUA, que indicou uma relação entre os sintomas do transtorno do déficit de atenção e hiperatividade (TDAH) na infância e o excesso de peso na idade adulta.

Avaliando dados de mais de 15 mil adolescentes acompanhados no período entre 1995 e 2009, os pesquisadores descobriram que, quanto mais sintomas do transtorno eles apresentavam - incluindo desatenção, hiperatividade, agitação e impulsividade -, maiores eram as chances de terem obesidade e hipertensão mais tarde. Publicados esta semana no International Journal of Obesity, os resultados indicam que aqueles com três ou mais sintomas do transtorno tinham 50% maior risco de obesidade e 24% maior risco de pressão alta na idade adulta, comparados àqueles que não relatavam nenhum sintoma.

“Este é o primeiro estudo a levar esse conceito para fora da clínica e para dentro da população, e mostrar que não é apenas o diagnóstico de TDAH que importa; são os sintomas”, escreveu o pesquisador Scott Kollins. “A coisa mais interessante sobre esta pesquisa é que nos dá uma linha para seguir na determinação de por que as crianças com sintomas de TDAH podem ter um maior risco de desenvolver obesidade. Estabelece o caminho para identificar essas crianças mais cedo e focar em métodos de intervenção”.

Óleo de cozinha - Vira Sabão Ecológico!

Você sabia que  podemos fazer parte da  solução do meio ambiente através da simples doação do óleo de cozinha utilizado em sua casa? É isto mesmo! O óleo de cozinha usado passa por um processo de reciclagem em usinas e é transformado em um produto eco eficiente, o sabão ecológico. Esse produto é vendido nas casas, escolas, empresas e agentes multiplicadores parceiros de entidades, contribuindo para a garantia da sustentabilidade das equipes e da usina.
Ao doar o óleo de cozinha, é possível ampliar as ações de sustentabilidade nas grandes cidades. E isto só pode ser alcançado com o equilíbrio de três  práticas distintas: a preservação do meio ambiente, o consumo consciente e o incentivo á inclusão social. Com a coleta seletiva do óleo de cozinha você contribui para que esse material não contamine os rios de sua região. O material recolhido é transformado num produto eco eficiente, o sabão ecológico, manufaturado em uma usina de reciclagem própria, gerando emprego para jovens.
Dessa forma, você se torna um consumidor consciente. Alguém que se preocupa com o destino que os produtos industrializados terão após o consumo. Todos gostariam  de saber  que o lixo, além de não poluir o meio ambiente, pode ser utilizado para gerar trabalho e renda para muita gente!

Conheça o processo de transformação do óleo em sabão ecológico:

O óleo de fritura que chega das doações é armazenado em containers. A quantidade utilizada na produção do sabão passa por um processo de filtragem para que sejam removidas as impurezas, depois é aquecido a uma temperatura, o óleo vai para um misturador, onde passa por mais  uma filtragem. Então são incorporados ao óleo, a soda cáustica e outros ingredientes que lhe dão um novo aspecto. O sabão pronto é acondicionado em caixas onde aguardará a secagem completa até seguir até seguir á primeira etapa de corte, onde é dividido em barras, que posteriormente serão frisadas e cortadas em pedaços de 200 gramas. Passada esta etapa são feitos acertos finais no produto, que é embalado e vendido em pacotes de 400 gramas ou 1 kg.

Fonte: instituto triângulo-organização de sociedade civil de interesse público

Dedico esse livro !

A mente humana tem  habilidades incríveis.
Que você aprenda a caminhar dentro de si e explorá-la.
E se caminhar não tenha medo de se perder.
E se perder-se não tenha medo de mudar rotas.
E se mudar, repense sua vida, mas não desista.
Dê sempre uma nova chance para si mesmo.

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Cozinha mais Saudável

Qual é o melhor tipo de óleo para cozinhar?

Com tantas opções que encontramos nas prateleiras, fica difícil saber qual é a mais indicada para a nossa saúde.
Para facilitar na escolha, a nutricionista Priscila Meirelles explicou à viva saúde os benefícios de cada tipo. Confira:

Canola

É um dos mais saudáveis que existem, pois tem elevada quantidade de ômega-3, que reduz os triglicerídeos e controla a arteriosclerose. Além disso, é rico em vitamina e, poderoso antioxidante que combate os radicais livres, e em gorduras monoinsaturadas, que reduzem o LDL (colesterol ruim), e possui o menor teor de gordura saturada de todos os óleos vegetais.

Linhaça

Rica em ômega-3, uma gordura que previne e auxilia no tratamento de várias doenças inflamatórias e cardíacas. Já que esse nutriente não está amplamente distribuído na maioria dos alimentos que consuminos no dia a dia, o complemento com óleo de linhaça na dieta é fundamental. Não deve ser muito aquecido, pois perde as suas propriedades nutricionais.

Gergelim

A composição varia entre 46% r 56% de ácidos graxos insaturados, como oléico (47%) e linoléico (41%). Isso faz do óleo de gergelim um alimento de excelente qualidade nutricional, pois os ácidos graxos insaturados reduzem o colesterol sanguíneo e o risco de doenças cardiovasculares e processos inflamatórios.

Coco

Recentes estudos com o óleo de coco virgem mostraram seus efeitos benéficos na redução de colesterol total e LDL, aumento de HDL (colesterol bom), indução da saciedade, perda de peso e melhora da resistência insulínica em pacientes com diabetes tipo 2.
Deve ser usado em pratos frios.

Girassol

Com vitaminas a, d, e do complexo b, minerais como zinco e magnésio, além de ácidos graxos insaturados, como ômega-6. É muito eficaz na redução dos níveis de colesterol sanguíneo e da pressão arterial, sendo benéfico na prevenção de doenças cardiovasculares.

Amendoim

Com ômega-9, uma gordura essencial ao organismo e reconhecida por suas funções de proteção cardiovasculares e redução do LDL. Devido à sua composição, esse óleo auxilia na redução de lipídios totais no organismo, recomendado para quem possui colesterol alto.

Fonte: Revista Saúde
               Número 92

Saúde da mulher - Mamas

Examine você mesma:

Faça do exame das mamas um hábito para a conservação de sua saúde
Algum dia isto poderá salvar sua vida

Exame periódico vence o câncer

80% dos casos de tumores malignos estão ligados a fatores ambientais, como o fumo e os hábitos alimentares, segundo o instituto nacional do câncer. Os outros 20% são provocados basicamente a predisposição genética e desenvolver a doença.

“quem valoriza o médico, valoriza a vida”

Siga estas recomendações

1ª posição- braços para baixo
A paciente em frente ao espelho, com os braços caídos, deve examinar primeiramente se os mamilos estão na mesma direção, se não há alteração no tamanho, na forma e nos poros da pele.

 posição- braços para cima
Em segundo lugar, ainda diante do espelho, levante os braços devagarzinho e verifique se os mamilos estão subindo na mesma direção, e se a pele continua lisa, se não houve repuxa mento, se os mamilos não ficaram encolhidos, se a forma continua a mesma, se a pele não está arroxeada e se não há veias no seio.

Não aperte nem belisque
3ª posição- procure sentir caroços, tumores, reações, etc.
Deitada de costas com o travesseiro do lado do seio que vai ser examinado, caso seja o esquerdo, coloque um travesseiro nas costas deste lado, a mão esquerda na nuca e a mão direita deverão examinar o campo.
Primeiro uma metade, os dedos deverão subir devagarzinho no sentido vertical da parte externa para interna, até em cima, depois deverá descer examinando a outra metade vinda da parte externa para interna. Posteriormente, mude o travesseiro para o lado direito, a mão direita sob a nuca e com a esquerda, repita a operação.

Porque você deve examinar suas mamas:

Quase todas as modificações das mamas inclusive os nódulos (caroços) são descobertos pela própria mulher.

O câncer de mama no começo é curável

1-      O câncer no início não dói.
2-      Se você notar secreção sanguínea saindo pelo mamilo, nódulo (caroço), tumoração, etc. Não mexa. Procure o seu médico imediatamente
3-      Somente o médico poderá dizer se as modificações são mesmo causadas pelo câncer.

Atenção!

Você deverá examinar suas mamas todos os meses, logo após a menstruação
Continue a prática deste hábito após a menopausa.



Dicas para uma vida sexual Plena!

O ato sexual pode ser um motivo de orgulho para alguns e uma fonte se sofrimento para outros. Um desempenho sexual insatisfatório não significa necessariamente que algo está errado com você ou que afetará o resto de sua vida. Todo homem quer melhorar seu desempenho para desfrutar de mais prazer durante o ato sexual.

Abaixo estão algumas dicas eficazes para melhorar o seu relacionamento íntimo com sua parceira.

Evite o estresse

O estresse pode diminuir o desejo sexual e o desempenho. Quando você está pensando em outras coisas e não se concentra na relação, possivelmente não terá um desempenho satisfatório. Tente exercícios de relaxamento, como respirar fundo, ou relaxamento muscular progressivo, onde você consciente tenciona e relaxa cada parte do corpo em seqüência.

Evite o álcool

Não beba antes do sexo. Beber álcool ou ficar bêbado pode alterar de maneira negativa o seu desempenho sexual.

Quebre a rotina

Ponha mais tempero nas suas relações. Vá a um motel ou a um local diferente, varie a rotina, experimente novas posições, compre lingeries novos para sua parceira.

Expresse seus sentimentos

As dificuldades do casamento ou de relacionamento não ajudam nos problemas sexuais. Raiva, ressentimento e mágoas geralmente caem sobre a vida sexual do casal, transformando o quarto num campo de batalhas.

Fale sobre sexo

Ás vezes, os problemas de ereção ocorrem porque você não se sente excitado. Nestes casos, falar abertamente sobre seu relacionamento sexual, do que você gosta ou não e a vontade de experimentar alguma coisa nova pode ajudar no seu desempenho.

Fale com seu médico sobre qualquer medicação que esteja utilizando

Alguns medicamentos podem afetar o desejo e a desempenho sexual. Os antidepressivos são os principais tipos de
Medicamentos que podem afetar negativamente o desempenho sexual.

Não tenha medo de procurar ajuda

Se sua disfunção erétil não tiver causa médica pode ser causada por algum problema psicológico. Culpa, vergonha raiva, medo, tristeza e outras emoções podem prejudicar seu desempenho sexual. Você pode conseguir ajuda de terapeutas que se especializaram em problemas sexuais. Peça ao seu médico ou urologista uma referência.

Material desenvolvido pelo departamento médico científico da sem sigma ph arma.

Curiosidades - 2010

96 Jubartes (baleias) encalharam no litoral brasileiro.

Legislação de Antibióticos!

Antibiótico - só com receita médica em duas vias!

Desde o final de novembro, a ANVISA determinou:
Que a venda de antibióticos deve ser feita somente em farmácias e drogarias, mediante a apresentação da receita de controle especial em duas vias pelo consumidor. A 1ª via ficará na farmácia e a 2ª deverá ser devolvida ao paciente carimbada para comprovar o atendimento. Quem prescrever as receitas deve atentar para a necessidade de entregar aos pacientes, de forma legível e sem rasuras, duas vias do receituário.

Prazo de validade - a resolução definiu, também, novo prazo para as receitas, que passa a ser de dez dias, em função dos mecanismos de ação dos antimicrobianos. Essas regras valem para mais de 90 substâncias, que abrangem todos os antibióticos registrados no país, com exceção dos de uso exclusivo no ambiente hospitalar. O objetivo das ANVISA é ampliar o controle sobre essas substâncias e combater o uso indiscriminado de antibióticos.
Embalagens e bulas também terão de mudar e incluir a frase “venda sob prescrição médica – só pode ser vendido com retenção da receita”. Além disso, todas as prescrições deverão ser registradas no sistema nacional de gerenciamento de produtos controlados. O prazo para que as empresas e as farmácias se adaptem é de 180 dias.

Problemas de Memória

Você não se lembra do título do último livro que leu? Coça a cabeça e se pergunta se tomou remédio de manhã? Nomes e datas às vezes parecem lhe fugir da mente? Embora o esquecimento não seja necessariamente um sinal de que há algo errado, ele pode ser frustrante. Calma: remédio simples, que você mesmo pode fazer, pode aguçar sua memória agora e mantê-la afiada por anos a fio.

Qual é o problema?

Às vezes você não consegue se lembrar onde deixou as chaves ou os óculos, e esquece nomes? Os lapsos de memória podem ser desconcertantes. A idade é a maior culpada.
À medida que envelhecemos, ocorrem mudanças na forma como o cérebro guarda as informações. Problemas físicos, como distúrbios da tireóide, podem afetar a memória, assim como medicamentos, inclusive aqueles contra pressão alta e ansiedade. O mal de Alzheimer também pode causar problemas de memória, mas os sintomas são muito mais graves do que os lapsos de memória normais e mais comuns.

Devo chamar o médico?

Não existe um meio de você por conta, determinar a gravidade dos problemas de memória. Assim, consulte o médico se acha que sua memória vem piorando significativamente nos últimos 6 meses. Marque (uma consulta urgente ou peça a um parente ou amigo que o faça por você) se você está achando difícil se lembrar de como executar tarefas que fez muitas vezes antes, ou de como chegar a um lugar familiar.
Procure o médico também se tiver problemas para executar atividades que envolvam instruções passo a passo, como, por exemplo, seguir uma receita culinária.

Fonte: 1.001 remédios caseiros
                Seleções Reader’s Digest

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Sexo e doces podem reduzir Estresse e Ansiedade, aponta estudo!

Comer - principalmente doces - e fazer sexo  pode reduzir o estresse ao inibir as respostas à ansiedade no cérebro, segundo estudo da Universidade de   Cincinnati, nos Estados Unidos. E, de acordo com os pesquisadores, esse efeito das atividades prazerosas pode durar pelo menos sete dias.

Em testes com ratos, os pesquisadores observaram que os roedores que, por duas semanas, foram alimentados com uma solução adoçada artificialmente duas vezes por dia apresentaram freqüência cardíaca reduzida e menores níveis de hormônios do estresse. E os efeitos foram similares para os ratos que tiveram  livre acesso a seus parceiros sexuais. Por outro lado, os ratos que não tiveram nenhum dos dois privilégios e aqueles que apenas receberam a solução de açúcar direto no estômago não apresentaram esses indicadores.

“Essas descobertas nos oferecem um entendimento mais claro da motivação pelo consumo de ‘comidas de conforto’ durante os momentos de estresse, e influenciam as estratégias terapêuticas para prevenção e tratamento da obesidade e outros distúrbios associados à ansiedade” destacou a pesquisadora Yvonne Ulrich-Lai. “Entretanto, é importante notar que, baseado nos resultados, mesmo pequenas quantidades de comidas prazerosas podem reduzir os efeitos do estresse. E outro tipo de recompensa natural - a atividade sexual - similarmente reduz a resposta ao estresse” concluiu.

Fibromialgia: Que doença é essa?

Fibromialgia, na verdade é considerada uma síndrome e não uma doença, pois apresenta apenas sintomas, ou seja, manifestações que apenas o paciente sente, porém não podem  ser percebidas por outras pessoas.
Podemos defini-la como a presença de dores por todo o corpo, com menos três meses de duração e a presença de pontos dolorosos.
É a segunda síndrome reumática mais comum, perde apenas para a artrose. Atinge até 5% da população mundial, sendo que, no Brasil a sua prevalência é de 2,5%. Afeta mais as mulheres, numa proporção de 8 mulheres para cada homem. Os sintomas começam geralmente entre 25 e 65 anos, com uma idade média de 49 anos. Existe um maior risco de desenvolver fibromialgia entre familiares, podendo também afetar crianças, com o início dos sintomas em torno dos 12 anos de idade.
Além das dores, os pacientes relatam ter insônia ou sono não reparador, acordando como se não tivesse dormido, como se tivesse sido “atropelado”. Referem que as dores pioram quando ficam nervosos, e freqüentemente queixam-se de dores de cabeça e indisposição para tarefas que faziam sem nenhuma dificuldade.
Alguns estudos demonstraram que pessoas com fibromialgia tem  maior incidência de distúrbios de sono e alterações químicas no cérebro, como a diminuição da serotonina, considerada a substância do bem-estar, e de outras substâncias como o hormônio do crescimento e as endorfinas, entre outras.
Acredita-se que  a deficiência destas substâncias, provoca uma interpretação exagerada do estímulo doloroso pelo cérebro, fazendo com que o fibromiálgico sinta as dores com intensidade maior do que detectem a fibromialgia, sendo o seu diagnóstico baseado apenas nas queixas dos pacientes e um exame físico bem detalhado.
O tratamento baseia-se na utilização de algumas medicações do grupo dos antidepressivos, dos analgésicos e dos relaxantes musculares, além disso,  é importante o condicionamento físico aeróbico e exercícios de alongamento.
É interessante também, ressaltar a importância do acompanhamento psicológico dos  pacientes com fibromialgia, pois alterações emocionais e do humor podem levar a piora do quadro clinico. Devemos sempre lembrar que os pacientes com fibromialgia precisam procurar auxilio profissional especializados, pois, embora não promova risco de morte ou deformidades, é uma síndrome que compromete drasticamente a qualidade de vida, seja do portador, e/ ou da sua família.


Dr. Renato Pereira Dias


Pediatras não sabem prevenir doenças do Coração.


Estudo aponta desconhecimento das condutas estabelecidas para evitar obstrução de artérias já na infância

Entupimento precoce:

1-      A placa de gordura começa a se formar na infância. No início, ela é apenas um risco na parede do vaso e não dá sintomas.
2-      Sem controle a placa cresce ao longo dos anos até obstruir os vasos. O resultado pode ser um infarto

O que os especialistas deveriam saber?

O exame para medir a taxa de colesterol deve ser feito a partir dos 10 anos

Se o nível de colesterol total for maior que 150 mg/dl e menor do que 170 mg/ dl a criança deve mudar hábitos (dieta, exercícios) e repetir o exame a cada ano

Taxas acima de 170 mg/dl pedem exames mais detalhados

A pressão arterial deve ser avaliada anualmente  a partir dos 3 anos

Apenas um terço dos pediatras de São Paulo sabem como prevenir a formação das placas de gorduras nas artérias das crianças. O problema leva a doenças cardiovasculares no futuro.
O dado é de uma pesquisa do instituto do coração, em São Paulo, que buscou avaliar o grau de conhecimento da diretriz  para a prevenção da aterosclerose na infância.
O documento estabelece condutas como dosagem de colesterol a partir dos dez anos e medida da pressão arterial a partir dos três.
O estudo entrevistou 370 especialistas que atuam na rede pública e em consultórios particulares. Eles responderam a um questionário sobre a diretriz e deram informações  sobre tempo de formação, atuação em áreas acadêmica, entre outras.
Dos pediatras entrevistados, 65% afirmaram não ter conhecimento prévio da diretriz. Apenas 136 ( 36,7%)alcançaram o valor estipulado como nota de corte-70% de respostas corretas.
“esperávamos  encontrar desconhecimento, mas não tanto”, diz a biomédica Adriana Gorsso, uma das autoras. Pediatras mais novos, aqueles que atuam na rede pública e os ligados ao meio acadêmico tiveram melhor desempenho.
A diretriz foi publicada em 2005 e deveria ser uma referência para estabelecer estratégicas de prevenção da areterosclerose. “o problema deixa de ser detectado e não se faz a prevenção”, diz Gorsso.
Estudos mostram que a formação de placas de gorduras na parede das artérias começa ainda na infância e é influenciada por fatores como colesterol alto, má alimentação, sedentarismo e hipertensão arterial.
Dados brasileiros mostram a dimensão do problema. Na região metropolitana do rio de janeiro, 68,4% das crianças entre cinco e nove anos têm taxas de gorduras alteradas, diz um estudo.

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Frase

Revolucionar faz parte da história da mulher!

Constipação

O intestino se divide em delgado e grosso (ou Colin).

  1. O intestino delgado é responsável pela  absorção dos alimentos
  2. O intestino grosso recupera água e sais e junto com restos alimentares forma as fezes.
·         As fezes, através do movimento dos intestinos, chegam ao reto e assim desencadeiam o reflexo de defecação.
·         A constipação crônica atinge cerca de 3% das crianças e de 10-20% dos adultos.
·         É caracterizada pela eliminação de fezes endurecida, com esforço, dor ou dificuldade, sangramento em torno das fezes e perda involuntária de fezes, mesmo sem alteração do número de evacuações.
·         São envolvidos múltiplos fatores: genética, alteração da movimentação  intestinal, comportamento de reterás fezes e alimentação.
·         O tratamento consiste na orientação sobre a doença, no esvaziamento do intestino, promoção de hábitos intestinais regulares, ir ao banheiro 3 vezes ao dia para criar hábito e exercícios físicos.

1- È orientado o aumento de ingestão de fibras contidas em vegetais, frutas, verduras e cereais. A alimentação é um fator de extrema importância. Desde o aleitamento materno exclusivo, que parece proteger da constipação.
2- O laxante via oral pode ser recomendado conjuntamente com medicações que esvaziem o intestino.

A lactulose é usada há mais de 40 anos para o tratamento via oral da constipação. Ela é um dissacarídeo, ou seja, um açúcar que não é absorvido pelo intestino, e sim fermentado pela flora intestinal.





Higienização

Para higienizar frutas, verduras e legumes, devemos utilizar água sanitária.
Método:

- Lave bem em água corrente e tratada. Se forem hortaliças com folhas, lavar folha por folha abrindo-as bem, para liberar possíveis larvas e ovos que se fixam nas folhas;

- Mergulhe em solução de hipoclorito de sódio a 2,5% (água sanitária). Para cada litro de água, usar uma colher de sopa de hipoclorito de sódio;

- Deixar folhas, legumes e frutas com casca, dentro dessa solução de 20 a 30 minutos;

- Não colocar vegetais cortados ou picados com hipoclorito de sódio.

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Prevenção é a solução!!!

Tracoma -Doença dos olhos

O tracoma:

Tracoma é uma doença dos olhos, causada pela bactéria clamídia tracomatis, que ocorre principalmente nas crianças.
O tratamento é fácil, mas se não for tratado, com o passar do tempo, pode prejudicar a visão.

- Os sintomas
Os olhos podem ficar:

* vermelhos e irritados
* lacrimejantes e com secreção
* coçando
* com sensação de areia
* intolerância à luz

Atenção

·        Em muitos casos pode não ter sintomas
·        Se você convive com uma pessoa que está com tracoma, é importante que você também seja examinado
·        Procure um posto de saúde

Transmissão

Ocorre por meio de secreção dos olhos com tracoma:

* de uma pessoa para outra
* objetos contaminados,
* lápis, borracha e caneta
* toalhas de rosto e de banho
* roupas de cama e lenços
 é mais fácil passar de uma pessoa para outra em ambientes coletivos como escolas e creches

A prevenção

·        Lavar as mãos e o rosto com sabonete várias vezes ao dia
·        Não coçar os olhos
·        Procure dormir sozinho na cama. Quando precisar dormir com mais pessoas, ficar com a cabeça para lados diferentes
·        Não usar toalhas ou lenços de outras pessoas

 Fonte: coordenadoria de controle de doenças
               CCD
               Secretaria da saúde
               Governo de São Paulo

Dezembro chegou!

Caminhante, são teus rastros
O caminho e nada mais;
Caminhante, não há caminho,
Faz-se caminho ao andar.
Ao andar se faz caminho,
E ao voltar à vista atrás
Vê-se a senda que nunca
Se há de voltar a pisar.
Caminhante não há caminho
Senão esteiras no mar.

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Osteoporose em Jovens!

Dieta pobre em cálcio causa perda óssea em jovens

Baixo consumo de derivados de leite, por hábito, intolerância ou regime, leva à osteoporose precoce:

A osteopenia, baixa densidade óssea que precede a osteoporose, é mais comum em mulheres após a menopausa ou em homens com mais de 70 anos, mas tem atingido pessoas mais jovens.
Segundo a endocrinologista Marise Lazaretti Castro, o consumo insuficiente de derivados de leite e outros alimentos ricos em cálcio vêm se tornando cada vez mais freqüente entre adolescentes e jovens adultos.
“o adolescente está parando de tomar leite e derivados e é nessa fase em que o consumo desses alimentos pode aumentar a massa óssea.”
O consumo ideal de cálcio para um adulto é de 800mg por dia, o equivalente a cerca de três copos de leite. No Brasil, a média de consumo fica abaixo disso, em 500 mg.
De acordo com a endocrinologista, é mais fácil garantir a quantidade ideal de consumo bebendo leite, porque os outros alimentos ricos em cálcio, como couve, feijão branco e tofu, são menos consumidos ainda.
O aumento do sal na dieta, observado nos últimos anos por causa dos alimentos industrializados, também agrava esse quadro, porque o sódio em excesso eliminado na urina leva junto o cálcio.
O mesmo acontece se a pessoa come muita carne: as proteínas levam à eliminação do cálcio pela urina.
A falta de vitamina d, causada pela pouca exposição ao sol, é mais uma causa da falta de cálcio nos ossos.
Para detectar o problema, é preciso fazer um exame de densitometria, que só é de rotina para mulheres pós-menopausa e idosos.

Saúde - Folha de São Paulo
Cotidiano

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Cuide-se com a Reflexologia!

O que è reflexologia?

É uma técnica que trata o corpo através de estímulos em áreas reflexas repletas de terminações nervosas como, por exemplo, pés, mãos, orelhas, crânio e nariz. Em geral, é uma prática indicada para tratar e prevenir alguns problemas físicos e também emocionais. Entre os mais comuns estão às dores nas costas e no corpo, ansiedade, estresse, traumas e até depressão.
É preciso ter um mapa dos pontos reflexos físicos ou emocionais e pressionar o local que corresponde á queixa.
Em instantes é possível desfrutar  da sensação de alívio  e relaxamento.

Aproveite!
Weekend Saúde.
“Em geral, nove décimos da nossa felicidade baseiam-se exclusivamente na saúde”.
Com ela, tudo se transforma em fonte de prazer.

(Arthur Schopenhauer)

Abrale

Apoio e revisão

Sociedade beneficente israelita brasileira Albert Einstein e
Programa de hematologia e transplante de medula óssea

Entendendo a leucemia linfóide crônica

A leucemia é uma doença maligna (câncer) que se inicia na medula óssea e invade o sangue periférico. As principais formas de leucemia compreendem quatro categorias: leucemia linfóide aguda, leucemia linfóide crônica, leucemia mielóide crônica.

A leucemia aguda é uma doença de progressão rápida que afeta a maior parte das células que ainda não estão formadas, ou que sejam primitivas, isto é, ainda não estão completamente diferenciadas.
Essas células imaturas não conseguem  realizar suas funções normais.
Já a leucemia crônica progride lentamente e permite o crescimento de células um pouco mais diferenciadas que em geral, conseguem realizar algumas funções normais.

A leucemia linfóide crônica é uma forma comum de leucemia em adultos, tendo em vista que um número maior de pessoas está vivendo mais com LLC do que com qualquer outro tipo de leucemia e que a maioria das pessoas com LLC está cima de 50 anos.

A leucemia não é hereditária nem contagiosa, pois resulta de um dano genético adquirido (não herdado) no DNA de uma única linhagem de células na medula óssea.


Possíveis causas

A causa da LLC ainda é desconhecida. Aparentemente, há maior incidência  da doença em algumas famílias, porém, tal constatação ainda está sendo estudada.
A LLC começa com uma mudança em uma única célula chamada linfócito, um tipo de célula sanguínea branca (glóbulo branco). Os linfócitos saudáveis ajudam a combater infecções. Junto com os nódulos linfáticos (existem cerca de 600 nódulos linfáticos espalhados pelo corpo) e o baço, eles fazem parte do sistema imunológico, responsável pela defesa do organismo.
Com a doença, os linfócitos perdem sua função de combate a infecções.


Como é identificada?

Muitos pacientes com LLC recebem o diagnóstico após um check-up de rotina, quando, durante o exame físico, é encontrado um nódulo linfático ou o baço aumentado, ou ainda, quando um teste sanguíneo de rotina mostra um número de linfócitos maior que o normal. A partir do exame físico, o médico solicita alguns exames de laboratório para confirmar o diagnóstico da LLC.
Outros sintomas que pacientes com LLC podem apresentar incluem fadiga,cansaço excessivo, sangramento em gengiva e infecções de repetição.


Diagnóstico – tipo de exames:

Os médicos utilizam exames laboratoriais para verificar as células no sangue e na medula óssea. Assim, podem ser solicitados os seguintes testes:
  • Punçao aspirativa de medula óssea (mielograma)
  • Cito genética
  • Imunofenotipagem
  • Hibridização por fluorescência in situ (fish)
  • Biópsia de medula óssea
Sobre as células LLC:

As células LLC vivem mais do que os linfócitos normais, por isso, com o passar do tempo, as células LLC estão em maior número do que as células sanguíneas saudáveis, nos nódulos linfáticos, do baço, ou de ambos causados pela invasão das células doentes nesses órgãos. Com isso, os pacientes com LLC podem apresentar sinais e sintomas da doença que podem indicar a necessidade do início do tratamento

Tratamento da leucemia linfóide crônica

Para pacientes com LLC de baixo risco, são necessárias repetidas visitas ao médico, sem nenhum tratamento. Alguns médicos e pacientes chamam esse momento de “observe e aguarde” apesar de ser algo difícil para muitas pessoas se acostumarem, essa etapa do tratamento é de suma importância, pois é quando o médico irá identificar qualquer mudança na saúde do paciente.

Por isso, a cada visita ao consultório, o médico irá:

  • Examinar o paciente.
  • Solicitar testes laboratoriais.
  • Conversar com o paciente a respeito de como ele(a) se sente.
  • Determinar a necessidade de tratamento.
É recomendado aos pacientes com LLC de baixo risco que não comecem o tratamento enquanto se sentirem bem. Por outro lado, aqueles que possuem, umas formas de LLC de crescimento mais rápido precisarão de tratamento imediato.

O médico pode decidir sobre o início do tratamento quando o paciente apresentar um ou mais destes sinais:
*aumento rápido e progressivo do número de células de LLC
*diminuição do número de células normais em relação ao exame anterior
*aumento dos nódulos linfáticos em relação à última consulta
*aumento do baço em relação à última consulta

O paciente que apresentar qualquer destes sinais, ou todos eles, pode começar  a se sentir muito cansado para as atividades diárias normais.
Par ajudar a planejar o tratamento do paciente com LLC, muitos médicos usam o sistema de estadia mento, em que são considerados:

  • Se os nódulos linfáticos, o baço ou o fígado do paciente estão aumentados.
  • Se o paciente está anêmico (apresenta menos células  vermelhas que o normal).
  • Se o paciente apresenta uma contagem muito baixa de plaquetas.
Objetivos do tratamento:

As metas do tratamento são:
*reduzir a invasão das células LLC nos órgãos.
*manter os pacientes sentindo-se bem o suficiente para continuarem com suas atividades do dia-a-dia.
*proteger os pacientes de infecções.

Trabalho em equipe:

A confiança na equipe de saúde pode auxiliar no sucesso do tratamento, por isso, é muito importante que o paciente, seus familiares e toda a equipe estejam integrados.
A equipe de saúde deve incluir:
* médicos especialistas (hematologistas e oncologistas)
* enfermeiros
* nutricionistas
* dentistas
* terapeutas ocupacionais e fisioterapeutas
* assistentes sociais
* psicólogos

Para ajudá-lo nessas e em outras questões, consulte a Abrale. 


Abrale
Associação brasileira de linfoma e leucemia

Qual o oposto de dor?

Ao serem perguntadas, cerca de nove em cada dez pessoas respondem a esta pergunta dizendo: “prazer”.
Esta resposta está errada. Além disso, a crença de que o prazer é o oposto de dor é de longe, o mais destrutivo e falso conceito que defronta a civilização ocidental! Na verdade, o oposto de dor é a ausência da dor, ou “conforto”. E conforto não é, de maneira alguma, sinônimo de prazer. O conforto é agradável – é uma experiência sem dor- mas não é prazer de forma alguma!
De fato, a dor e o prazer andam juntos! Dor, ou esforço, é o preço que pagamos para conseguir prazer. Pense sobre isso. Para se conseguir qualquer coisa na vida que realmente vale a pena – bons relacionamentos, carreiras de sucesso, vitórias esportivas, a procura de significado, todos os prazeres duradouros da vida – é necessária muita dor e esforço.
Se perguntarem a um pai ou mãe qual o maior prazer de suas vidas, a grande maioria dirá: “meus filhos”. Se então lhes perguntarem qual sua maior fonte de preocupação e angústias, provavelmente darão a mesma resposta: “meus filhos”. Não é mera coincidência que o objeto de nosso maior prazer, nossos filhos, também é a fonte de nossa maior potencial angústia. Prazer e esforço estão longe de ser opostos. Na verdade, eles trabalham juntos.
Se tudo que almejamos é o conforto, é verdade que ficaremos livres da dor; mas também seremos roubados de quase todo tipo de conquista. Se tentarmos obter prazer vivendo toda nossa vida para evitar a dor, acabaremos obtendo a mais proeminente falsificação disponível no mundo: o conforto.
Sem esforço nunca obteremos um prazer real.

Beto

"Prazer"

Um dos maiores obstáculos em relação a obter-se prazer na vida é a confusão entre a definição de “conforto” e “prazer”.

Diverticulite:

Há uma epidemia por aí?

O que antes era visto como um problema intestinal típico da maturidade se tornou cada vez mais comum entre os jovens.
Saiba como se proteger da doença, que pode ser resultado de uma alimentação inadequada.

Para os gastroenterologistas, é quase unânime: a diverticulite está em expansão.
A alimentação desregrada e o baixo consumo de fibras são apontados como os principais fatores.
E o desfecho dessa história é o aparecimento de divertículos, pequenas bolsas de 5 a 10 milímetros formados na parede do intestino grosso, de dentro para fora, principalmente numa região conhecida como cólon sigmoide, situada do lado esquerdo e inferior do abdômen.
“não sabemos por que alguns divertículos ficam inflamados e outros não.”-explica o gastroenterologista adércio damião,  do hospital das clínicas de São Paulo. Em idosos, isso é mais comum por causa da flacidez da musculatura intestinal.

Os primeiros sinais:

·        Dor abdominal
Ocorre sempre do lado esquerdo do abdômen e é semelhante às dores de uma apendicite

·        Mudança do hábito intestinal
.           Diarréia alternada com constipação, além de mudança
            da forma e da consistência das fezes, com possível
            presença de sangue.

·        Febre e náusea
Em sua presença, há indício de processo inflamatório com possibilidade de abscesso e surgimento de pus.

·        Ardência ao urinar
Os sintomas são parecidos com os de uma infecção urinária, sem contar a sensação de peso na bexiga

·        Flatulência
Desconforto abdominal e gases

A gênese de uma inflamação

Entenda como a evolução dos divertículos pode culminar em uma diverticulite

Bolhas intestinais

Quando o intestino não trabalha direito, há um aumento da pressão dentro do órgão. Esse fenômeno propicia a formação de divertículos, que podem ser comparados a bolhas na parede do intestino grosso.
Normalmente se situam numa região chamada cólon sigmoide,que  fica no lado esquerdo e inferior do abdômen.

Acúmulo de fezes

Pedaços de fezes, um verdadeiro reduto de bactérias, se intrometem e passam a se acumular dentro do divertículo. Até aí a diverticulite ainda não se  manifesta.

A doença ataca

Com o tempo, o acúmulo de fezes provoca uma tremenda inflamação- enfim, surge a diverticulite. O problema pode  desencadear dores abdominais mais leves e gases ou tornar-se severo, ocasionando uma sensação dolorosa intensa, vômitos e grande dificuldade na hora  de evacuar.

Abdômen ameaçado

A diverticulite ainda é  capaz de detonar uma crise mais grave dentro da barriga, causando a formação de pus ou a obstrução do tubo digestivo.
Se o divertículo é perfurado, há um grande risco de uma infecção generalizada por todo o abdômen.


Fonte de pesquisa: Saúde é Vital
              Junho/2010

Alimentação saudável e consumo de Cálcio!

A dieta do indivíduo, dividida em refeições diárias, deve incluir alimentos e/ou preparações culinárias que disponibilizem energia e todos  os nutrientes em quantidades e proporções equilibradas e suficientes.
A variedade, o sabor, o colorido, a adequada forma de preparo, a utilização do alimento em sua forma natural e o conteúdo de nutrientes indispensáveis à manutenção de boa saúde e qualidade de vida são atributos a se considerar numa alimentação saudável.
Os indivíduos necessitam de alimentos com nutrientes, como vitaminas  e minerais, e entre os minerais, destaca-se o cálcio, que tem  a função de prevenir  perda óssea e fraturas por osteoporose na idade adulta.
Os alimentos, de acordo com suas funções no organismo, estão distribuídos na pirâmide alimentar  e  devem compor a alimentação diária com a recomendação das porções. Devem ser consumidas diariamente e, no mínimo, três porções do grupo do leite, queijo e iogurte. Os indivíduos que precisam de quantidades maiores de cálcio por necessidades fisiológicas especiais (como lactação, adolescência e após os 50 anos) devem preferir os leites enriquecidos (em cálcio, vitaminas a e d), assim como iogurtes enriquecidos com cálcio e vitamina d.
Como escolha inteligente do grupo do leite, a melhor opção é a com redução de gordura (do tipo saturado), mas que continua sendo boa fonte de cálcio, vitaminas hidrossolúveis e proteínas de alto valor biológico.
Indivíduos com controle de ingestão de energia e gordura (incluindo colesterol devem ingerir iogurtes desnatado, light e 0% de gordura, queijos magros, light ou produzidos com soro, como a  ricota.
Para melhorar a função intestinal, os leites fermentados com lactobacilos e iogurtes adicionados de bacilos/bifidobactérias também são escolhas  inteligentes.
O grupo das verduras e legumes, principalmente os de cor verde-escura, como escarola, couve, agrião e espinafre, também contém cálcio. O grupo dos peixes e frutos do mar, como sardinha, manjuba, lambari e ostras, também contribuem para totalizar a quantidade recomendada de cálcio na dieta.

 Funções do cálcio

O cálcio presente nos alimentos tem por funções:
*construir e manter os ossos e dentes;
*participar da atividade de certas enzimas (trifosfatase de adenosina-contração muscular);
*participar da formação de coágulos no processo de coagulação sanguínea;
*auxiliar a síntese, a secreção e os efeitos metabólicos dos hormônios protéicos e a liberação ou ativação de enzimas intra e extracelulares.

Deficiência de cálcio

A baixa ingestão de cálcio conjugada com a perda obrigatória dele no organismo esgota as reservas.
A principal estratégia de  proteção à osteoporose é potencializar o desenvolvimento de massa óssea máxima durante  o crescimento e reduzir a perda óssea máxima durante o crescimento e reduzir a perda óssea no  decorrer da vida.
A osteoporose  é um problema clínico decorrente da deficiência de cálcio e deposição insuficiente desse mineral no osso. Com a perda óssea, a força do esqueleto não pode ser mantida e fraturas ocorrem ao menor esforço.

Molho de iogurte para salada de folhas verdes:

Molho
1 copo de iogurte  natural
Meio copo de azeite
Meio copo de suco de limão
2 colheres de sopa de queijo parmesão ralado
1 colher de mostarda amarela

Modo de  preparo: bata os ingredientes usando um batedor de arame.
Use o molho sobre a salada de folhas verdes (alface-diferentes tipos-, rúcula, agrião e tomate cereja).